Estamos eliminando substâncias tóxicas dos nossos produtos e processos.

Continuamos sendo líderes do setor na redução ou eliminação de substâncias tóxicas para manter as pessoas e o meio ambiente saudáveis. Projetamos nossos produtos com menos substâncias nocivas e trabalhamos muito para garantir que eles continuem assim. Além disso, nossos fornecedores devem obedecer à Especificação de Substâncias Restritas, que vai além do mínimo estabelecido pela lei.

Um trabalhador em Xangai, China, inspeciona a tela de um MacBook Pro.

Nenhum produto deve ser perigoso para sua saúde. Ou de qualquer outra pessoa.

Melhor para o meio ambiente.

Bons processos de fabricação e a reciclagem responsável minimizam as substâncias tóxicas em nossa cadeia de fornecimento. Isso ajuda a manter a terra, o ar e a água limpos. Definimos um padrão próprio para deixar de usar muitas toxinas nocivas que prejudicam o meio ambiente e esperamos que outras empresas sigam o nosso exemplo.

Melhor para quem usa.

Ninguém passa mais tempo com os produtos Apple que os clientes da Apple. Diminuindo ou eliminando muitas substâncias tóxicas, garantimos que o uso de todos os produtos seja seguro, ano após ano. Nossos cabos de energia não têm PVC nem ftalato. Nossas telas sensíveis ao toque não têm arsênico. E nossas capas e gabinetes não têm BFR. Nenhuma outra empresa faz mais para oferecer produtos livres de tantas toxinas.

Melhor para quem fabrica.

A Apple tem o compromisso de oferecer condições de trabalho seguras para as pessoas que fazem os nossos produtos. Muitas substâncias tóxicas não estão restritas só nos produtos, mas também nos processos de fabricação. E nossos fornecedores sabem que levamos isso a sério. Nossa Especificação de Substâncias Restritas exige que eles demonstrem conformidade e que passem por testes de terceiros.
Veja nosso Relatório da Responsabilidade dos Fornecedores

Temos o compromisso de manter nossos funcionários protegidos de substâncias tóxicas.

As substâncias tóxicas mais perigosas.

Mercúrio

Eliminado de nossos monitores desde 2009.

Chumbo

Usado antigamente no vidro e na solda dos monitores. Eliminado completamente em 2006.

Arsênico

Usado tradicionalmente para deixar os vidros mais transparentes. O vidro de nossas telas não tem mais arsênico desde 2008.

PVC

Ainda é muito usado por outras empresas em computadores e cabos. Começamos a deixar de usar o cloreto de polivinil (PVC) em 1995*.

BFRs

Os retardadores de chama bromados (BFRs) são componentes tóxicos adicionados a gabinetes plásticos, placas de circuito e conectores. Eliminados de nossos produtos em 2008.

Ftalatos

Um grupo de produtos químicos conhecidos como desreguladores endócrinos, usado para reduzir a resistência do plástico de cabos e cabos de alimentação. Concluímos a eliminação de ftalatos dos cabos em 2013*.

Projetamos nossos produtos com materiais sustentáveis.

Projetar produtos mais ecológicos significa levar em consideração o impacto ambiental dos materiais usados para fabricá-los. Do vidro, plástico e metal de nossos produtos ao papel e à tinta de nossas embalagens, temos consciência de como esses materiais afetam o nosso produto e o meio ambiente. Continuamos liderando o setor na redução ou eliminação de substâncias nocivas para o meio ambiente, e nos esforçamos para que nossos produtos sejam limpos e seguros.

Os testes para substâncias tóxicas começam na Apple.

Trabalhamos lado a lado com nossos fornecedores para garantir que os nossos produtos estejam livres das substâncias perigosas que determinarmos. E nós nos esforçamos muito para confirmar isso. Na verdade, essa é a missão do Laboratório de Testes Ambientais que construímos em nossa sede em Cupertino. Lá, fazemos análises rigorosas dos componentes de nossos produtos — inclusive espectroscopia de fluorescência de raio X e cromatografia de íon — para ver literalmente de que eles são feitos.

A cromatografia de íon é só um dos vários métodos que o nosso Laboratório de Testes Ambientais usa para garantir a segurança dos nossos produtos.