Ser simples é o oposto de ser simplista.

A simplicidade está muitas vezes relacionada ao minimalismo. Mas a verdadeira simplicidade vai além de cortar excessos e remover decoração. Ela tem a ver com oferecer as coisas certas, no lugar certo, na hora que você precisa. É organizar a complexidade. E fazer algo que sempre pareça fácil de usar. Quando você pega alguma coisa pela primeira vez e já sabe como fazer o que você quer fazer, isso é simplicidade.

iOS 7. Puro e simples.

Sua nova estrutura, aplicada a todo o sistema, traz clareza à experiência como um todo. A interface foi feita para não ser invasiva. Tudo o que era excessivo foi eliminado. Inclusive as barras e botões desnecessários. E excluindo elementos do design que não adicionavam nada, aumentou o foco no que mais importa. Seu conteúdo.

Reproduzir novamente

Não é só com os olhos que você reconhece um bom design.

Nós valorizamos utilidade acima de tudo. Não adicionamos recursos à toa, só porque é tecnologicamente possível. Só adicionamos recursos quando eles são realmente necessários e de um jeito que faz sentido. A nova Central de Controle do iOS 7 é um ótimo exemplo disso. É só arrastar para ter acesso rápido às coisas que você quer fazer.

No iOS 7, melhoramos algo que milhões de pessoas já adoram para deixar a experiência ainda mais fácil e útil. Assim as coisas do dia a dia que você precisa fazer são as coisas que você quer fazer. Com o iOS 7 tudo parece familiar na hora, para que você não precise reaprender nada. Um exemplo disso é a tela de Início. Ela continua a mesma. Só que agora ela aproveita mais a tela Retina e o espaço sob a tela. E você vai usar da mesma forma.

A tecnologia precisa entender como você funciona. Não o contrário.

Quando um produto é bem desenhado, quando você não precisa adaptar nada à tecnologia porque ela foi desenvolvida para atender você, assim você cria uma conexão com ele. O produto se transforma em mais do que um simples dispositivo para você. O iOS 7 tem esse tipo de conexão. As interações são dinâmicas, as animações são da mais alta qualidade e a experiência é viva e intensa, às vezes até inesperada, mas sempre muito natural. Abra o app Tempo, por exemplo, e você entenderá na hora. A chuva passa por trás do texto e o nevoeiro pela frente. As nuvens de tempestade aparecem com um raio. De repente, saber a previsão do tempo ficou quase como olhar pela janela.

Levamos sua experiência para uma nova dimensão.

O iOS 7 aproveita as tecnologias no iPhone, iPad e no iPod touch e leva a experiência do iOS mais além. Camadas diferentes e funcionais ajudam a criar profundidade e a estabelecer hierarquia e ordem. O uso do translúcido transmite a sensação de contexto e lugar. E os novos usos de animação e movimento deixam até as tarefas mais simples bem mais interessantes.

Nenhum detalhe é apenas um detalhe.

Há uma diferença entre funcional e agradável. Entre quase não se notar e agradavelmente inesquecível. Os detalhes preenchem esse hiato. Detalhes são as pequenas coisas que fazem a diferença. Às vezes o efeito é imperceptível, mas está lá, dando consistência à experiência. Essa é uma das coisas que faz a Apple ser Apple.

Existe algo maior por trás dos mínimos detalhes.

No iOS 7, o design está presente em cada detalhe. Como uma tipografia refinada até o último pixel. No redesenho de cada ícone com base em um novo sistema de grade. Na definição precisa de cada cor. E na remasterização dos alertas de áudio para que sejam diferenciados e mais agradáveis. Por si só, talvez não sejam detalhes que você exija ou espere, mas eles trabalham juntos para criar um conjunto harmonioso entre os elementos. E uma experiência melhor e mais agradável.

Reproduzir novamente

Veja você mesmo.

Dê uma olhada no novo design dos apps incluídos no OS 7.