"Com o Logic você faz o que quiser." "Você não está limitado a uma determinada máquina ou som. Se quer criar o seu som exclusivo, então o Logic é o caminho."

T-Pain: Liberado

Esteja ele fazendo uma série de rimas ou um vocal suave, o estilo de T-Pain é inconfundível. O nome do seu álbum de estreia, “Rappa Ternt Sanga”, resume bem isso. Ele gosta de misturar hip-hop com R&B, sem perder a qualidade, e funciona. Como prova, ele recebeu cinco indicações para o Grammy e alguns discos de ouro.

T-Pain
Foto de Anthony Cutajar

Para combinar os dois estilos musicais ele conta com o GarageBand e o Logic Studio. Na verdade, T-Pain compôs um dos seus primeiros sucessos , “I’m N Luv (Wit A Stripper)”, no GarageBand, em cerca de duas horas. “Foi tudo muito rápido”, ele conta. “Estava no estúdio com um monte de equipamento. Tinha MPCs e todos os tipos de módulos de som. Estava preparado para compor uma música e ficamos sem energia. Não me deixaram ligar nada no estúdio, porque estavam com medo de uma sobrecarga. Fiquei só com o meu laptop ligado. Nunca tinha feito nada no GarageBand e fiquei com vontade de ver como era. Comecei a mexer nele e em 40 minutos consegui compor uma batida ótima. Mais quarenta minutos e eu já estava com a música pronta.”

O T-Pain ficou fã. O GarageBand se transformou na sua fábrica de sucessos, no seu estúdio móvel capaz de cuidar de cada aspecto da produção, da gravação à composição. Depois de alguns anos, o músico passou a usar o Logic Studio. Hoje ele praticamente só usa esse aplicativo. “Só uso o Logic agora”, diz ele. “Basta o meu laptop, um disco rígido e um controlador para eu ter um estúdio completo na bolsa. E é suficiente mesmo. A maior parte das minhas músicas que estão sendo tocadas hoje foram feitas direto no Logic.”

Estilo sob medida

O T-Pain ficou conhecido com o grupo de hip-hop The Nappy Headz, de Tallahassee, Flórida. Mas o sucesso mesmo veio com a remixagem de “Locked Up”, do Akon. A remixagem não oficial ficou tão boa que o Akon convidou o T-Pain para gravar pelo selo Konvict Music. Foi só uma questão de tempo até que T-Pain lançasse o seu próprio álbum, com enorme sucesso em todos os Estados Unidos. Suas canções contagiantes invadiram as rádios e chegaram à iTunes Store, ficando muito tempo em primeiro lugar. Seus vocais amarrados com Vocoder são reminiscentes do som cibernético expressivo da Zapp Band. Seus ritmos intensos e vigorosos esbanjam a influência do som caribenho. Junte tudo isso e você tem o estilo único de T-Pain.

É um estilo que mostra a habilidade de mesclar diferentes tipos de sons, como instrumentos reais, batidas MIDI, vocais e efeitos. No início T-Pain usava um exército de equipamentos, inclusive o famoso 808. Ao mudar para o GarageBand e depois para o Logic Studio, ele passou a não depender mais desses equipamentos. “Posso fazer meu som onde estiver”, ele conta. “Para o produtor, é um pesadelo não ter o equipamento certo para produzir o som que você quer, na hora que quer. O Logic é simplesmente a coisa mais prática que eu conheço. Você só precisa do seu laptop, de um disco rígido e de um controlador MIDI para trabalhar. É só conectar em qualquer lugar e pronto”.

O T-Pain já produziu no avião, no ônibus da turnê e até nos bastidores antes de um show. Ele gravou algumas vozes de “I’m N Luv (Wit A Stripper)” diretamente no GarageBand, usando um microfone externo. Hoje ele usa microfones profissionais com o Logic Studio para gravar os vocais e os instrumentos ao vivo. Ele pode fazer uma jam com a sua guitarra via USB ou FireWire e gravar tudo diretamente no Logic Studio ou no GarageBand.

Vários níveis

Não demorou muito para o T-Pain passar do GarageBand para o Logic Studio. É claro que faz diferença o fato de o produtor passar horas no estúdio organizando trilhas, batidas e remixagens. “Um dia peguei o Logic Studio e vi que era bem parecido com o GarageBand, só que com mais controles, botões e instrumentos”, lembra ele. “Não tive nenhuma dificuldade em mexer com ele e organizar as minhas trilhas. Por isso não parei mais de usar. Não há nada que eu não possa fazer com esse programa. Quanto mais eu uso o Logic, mais eu gosto dele e conto para todo mundo.”

Usando o Logic Studio, o T-Pain consegue fazer uma trilha em cerca de uma hora. “Em uma hora, fica tudo pronto”, ele diz. “Às vezes eu me desafio. Prometi para um amigo que ia fazer uma batida para ele e ele foi até o estúdio para ver o que eu havia feito. Eu disse a ele que em dez minutos criaria a batida. Na realidade, precisei de apenas sete. E a batida tinha várias mudanças, tinha bridge e tudo o mais."

Mas T-Pain não é só produtor, ele é um artista. Quando está no palco, ele recorre ao MainStage, o componente para apresentações ao vivo do Logic Studio. Assim, consegue ter a simulação de amplificadores de guitarra e colocar efeitos. “Tem uma parte do show em que eu toco guitarra”, ele conta. “Quando preciso de um delay rápido ou de uma reverberação, posso usar o MainStage. Se quero fazer uma mudança ou alguma coisa diferente com rapidez, meu engenheiro só precisa mudar o plug-in do MainStage. É uma ajuda e tanto.”

Nas alturas

O T-Pain é muito ocupado. Atualmente ele está trabalhando em um álbum novo e em alguns outros projetos com R. Kelly, Kanye West, Usher, Chris Brown e com a Britney Spears. Ainda tem o trabalho normal em estúdio com o pessoal da Konvict. É muita música para fazer, mas felizmente o T-Pain não tem nenhuma dificuldade de compor novas batidas, sons e ritmos. “Eu simplesmente deixo fluir”, ele fala. “Coloco para fora tudo o que vem na minha cabeça. Nunca quebro a cabeça com as coisas.”

T-Pain
Foto de Anthony Cutajar

Não importa onde esteja, T‑Pain sempre está buscando criar alguma coisa diferente. “Sei que hoje estou fazendo algo diferenciado. Só que daqui a alguns meses todo mundo vai estar fazendo a mesma coisa, então ela deixará de ser diferente”, ele explica. “Preciso mudar o tempo todo, caso contrário não sinto que estou me destacando. Só assim eu consigo criar coisas diferentes. Se eu me concentrar muito, vou acabar fazendo tudo igual.”

Com a ajuda do Logic Studio, o produtor vai encontrar seu som único e evoluir ainda mais. "Você faz o que quiser com o Logic", ele diz "Você não fica limitado por uma máquina ou som. Se você quer criar o seu próprio som, o Logic é o caminho."