Capacitação dos trabalhadores

Educação é sempre o primeiro passo para a mudança.

Os trabalhadores de uma fábrica em Shenzhen, na China, participam de um curso de design gráfico como parte do programa SEED
(Educação e Desenvolvimento dos Funcionários de Fornecedores).

Na Apple, nós oferecemos programas de treinamento que ajudam os trabalhadores a adquirir as habilidades necessárias para crescer profissionalmente. Também lutamos para que os trabalhadores conheçam seus direitos trabalhistas e façam denúncias caso esses direitos sejam violados.

Destaques do nosso relatório de 2015 sobre capacitação dos trabalhadores

2,3 milhões de trabalhadores foram instruídos sobre seus direitos em 2014, totalizando mais de 6,2 milhões desde 2007.

Implementamos em 10 instalações um novo programa de educação baseado em apps para iPad.

Aumento de mais de 379 mil participantes do programa SEED em 2014, totalizando mais de 861 mil desde 2008.

Formando uma força de trabalho bem informada.

Todos os trabalhadores merecem ser tratados com dignidade. E todos os trabalhadores na nossa cadeia de fornecimento têm o direito de trabalhar em um ambiente justo e ético. Por esse motivo é que os nossos fornecedores proporcionaram treinamento a 2,3 milhões de trabalhadores em 2014 (e mais de 6,2 milhões desde 2007) sobre o Código de Conduta da Apple, as legislações locais e os regulamentos de saúde e segurança. Também oferecemos recursos educacionais para ajudar os supervisores de fábrica a se comunicar melhor com seus trabalhadores, aplicar as políticas de recursos humanos e manter um ambiente de trabalho seguro.

Participação no treinamento sobre direitos do trabalhador

2mil
27mil
128mil
172mil 
700mil
1,3 milhão
1,5 milhão
2,3 milhões
2mil
29mil
157mil
329mil 
1,02 milhão
2,3 milhões
3,8 milhões
6,2 milhões
Trabalhadores estudam no iPad como parte do novo programa de educação à distância do SEED em Shenzhen, na China.

Oferecendo novas ferramentas de aprendizagem.

Embora o programa SEED tenha sido desenvolvido apenas para o iMac, temos consciência de que é importante adaptar continuamente as nossas iniciativas às novas tendências e às inovações tecnológicas. Por isso, depois de ouvir o feedback dos trabalhadores, resolvemos ir além da formação presencial e adotamos um novo programa de aprendizagem baseado em iPad em dez instalações. Em cada uma, os trabalhadores usam o iPad com os apps educativos mais atuais. E isso acontece em espaços que reproduzem um ambiente de cafeteria, criando assim um local de aprendizagem mais descontraído e colaborativo.

Em 2014, também iniciamos um programa de treinamento em dispositivos móveis. Esse novo programa oferece mais de 70 cursos que os trabalhadores podem acessar em seus smartphones pessoais e nos iPads que usam nos cursos. Os cursos variam de competências relacionadas à produção industrial até saúde, passando por temas mais cotidianos, como formar uma família e cuidar dos relacionamentos pessoais. O alto índice de participação e o interesse mostrado em aprender novos temas só confirmam o sucesso do programa. E o nosso objetivo é duplicar o número de participantes no nosso programa do iPad em 2015.