OS X. Dê mais poder aos alunos.

Todos os Mac dispõem de tecnologias auxiliares para ajudar os estudantes com necessidades especiais a tirar partido do poder e da simplicidade do OS X. Graças a funcionalidades como o leitor de ecrã avançado, FaceTime e Photo Booth, o OS X permite que um vasto leque de estudantes tirem mais partido do Mac.

E altura de se concentrar na matéria.

O Mac tem várias funcionalidades que visam ajudar os estudantes com dificuldades cognitivas e de aprendizagem a manter-se organizados, concentrados e a aprender de formas que se adaptam às suas capacidades singulares.

Finder simples

Utilizando os controlos parentais, o Mac pode ser configurado para proporcionar uma experiência altamente simplificada, o que pode ser melhor para os estudantes com dificuldades cognitivas e de aprendizagem. O Finder simples reduz a Dock a três pastas. Limite a lista de apps que um aluno pode abrir, para ajudar à concentração. Os ficheiros, as pastas e apps são apresentados numa única janela de ícones organizados, em que tudo é mais fácil de encontrar.

Leitor do Safari

Para alguns estudantes, a navegação na internet pode ser uma sobrecarga sensorial. O leitor do Safari remove as distrações, reduzindo a confusão visual numa página da internet. Esconde anúncios, botões e barras de navegação, permitindo que os alunos se concentrem apenas no conteúdo que pretendem. E o leitor do Safari funciona com o Sintetizador de voz e o VoiceOver, permitindo aos estudantes com dificuldades visuais receber feedback auditivo.

MacBook Air e o Finder simples, com ícones facilmente identificáveis para aplicações como o Garage Band e iPhoto.

Ouça o Alex falar

Rápido
Normal
Lento

Sintetizador de voz

Todos aprendemos de formas diferentes. Alguns de nós aprendem melhor quando utilizamos mais do que um sentido em simultâneo. Com o Sintetizador de voz, os estudantes podem ouvir a palavra ou um parágrafo em voz alta à medida que a leem no ecrã. Escolha o Alex, a voz do Mac, ou outras vozes masculinas ou femininas para fazerem a leitura. Os estudantes também podem ajustar a velocidade de leitura e escolher entre mais de 20 idiomas.

Imagem da palavra Tetrahedron com entrada de dicionário.

Dicionário

Ao ler textos novos ou aprender sobre novos temas, é certo que vai deparar-se com palavras cujo significado desconhece. Com a app Dicionário, os estudantes têm um rápido acesso a definições e sinónimos para receber ajuda a nível de gramática, ortografia e pronúncia, mesmo que estejam offline.

Imagem da palavra ‘revelation’ a ser concluída com uma série de palavras semelhantes.

Conclusão de palavras

A conclusão de palavras no OS X pode ajudar os estudantes com dificuldades visuais ou cognitivas, ou que estejam a aprender português, a melhorar o vocabulário e as capacidades linguísticas. Após escrever algumas letras, prima a tecla Esc e o OS X sugere palavras. Os estudantes podem ver a lista de todas as palavras que começam com determinadas letras, para escolherem a ideal. Podem assim compreender a utilização correta das palavras e transformar a soletração numa experiência mais positiva.

Adicionar ao iTunes como trecho falado

A opção Adicionar ao iTunes como trecho falado converte texto em áudio e permite aos estudantes descarregar faixas para qualquer dispositivo iOS. Assim, se os alunos beneficiarem mais ao ouvir texto em vez de o ler, podem ouvir as tarefas ao seu próprio ritmo. Uma vez que se trata de um serviço que está integrado no sistema operativo, a criação do ficheiro requer apenas três passos simples. Não é necessário que os professores percam tempo a gravar áudio.

Photo Booth

Os estudantes podem utilizar o Photo Booth para tirar fotografias e criar pequenos vídeos, o que representa uma outra forma de comunicar. Por exemplo, os estudantes com dificuldades de interação pessoal, como responder a uma pergunta direta, podem achar mais fácil ver o seu próprio rosto no ecrã para iniciar a comunicação. E uma vez que o Photo Booth está integrado com a câmara FaceTime HD, apresenta as fotografias e os vídeos assim que são captados. Os alunos podem gravar um pequeno vídeo com um clique e partilhá-lo com um segundo clique. E os terapeutas podem utilizar o Photo Booth para modelar o discurso, as capacidades motoras ou outras formas de terapia.

MacBook Air a mostrar um rapaz e uma rapariga sorridentes em diferentes poses.
Ícone de notificação de alarme do Calendário: Bonnie - Explicação de Álgebra dentro de 5 minutos, Centro de explicações e botões Fechar e Snooze.

Calendário

Com o Calendário, os estudantes podem receber lembretes para saberem quando é o próximo ensaio da banda ou quando têm de entregar um trabalho de matemática. Os avisos podem ajudar os estudantes a manterem-se organizados e a par das tarefas que têm de fazer.

Fotografias e iMovie

Para os estudantes que sentem dificuldades em comunicar os seus pensamentos por escrito, o Fotografias e o iMovie permitem expressar-se através de multimédia. Com uma câmara digital e o Fotografias, muitos aspetos da aprendizagem tradicionalmente orientados para a escrita podem ser captados de uma forma visual concreta. Tal pode ajudar os alunos com dificuldades de leitura ou na aprendizagem do português. Os professores podem criar álbuns de fotografias para ensinar situações sociais e competências de vida, bem como modelar um comportamento adequado que os estudantes podem guardar para referência futura.

Com o iMovie, os alunos podem achar o processo de escrita dos elementos visuais e de áudio de um guião, e o entusiasmo geral da criação de um filme, mais envolvente do que outros tipos de tarefas de escrita narrativa. O iMovie também pode ajudar a fortalecer as capacidades de ordenação sequencial e dar aos estudantes a oportunidade de utilizar capacidades visuo-espaciais e desenvolver competências para contar histórias. O Fotografias e o iMovie são fornecidos com todos os novos Mac.

MacBook Pro a mostrar ecrã de eventos no iPhoto.

Spotlight

As estruturas de ficheiros podem ser confusas. O Spotlight oferece aos estudantes uma forma simples de encontrar ficheiros, tarefas ou emails. Trata-se de uma tecnologia de pesquisa super rápida do OS X, que os estudantes podem utilizar para encontrar rapidamente o que procuram. À medida que os alunos começam a escrever no campo de pesquisa do Spotlight, recebem resultados instantâneos. O Spotlight não só encontra ficheiros, pastas e documentos, como também contactos, calendários, apps e até definições do dicionário. Os estudantes podem também pesquisar outros computadores na rede, permitindo partilhar projetos e trabalhos na aula.

FaceTime

O FaceTime pode ser uma janela para a sala de aula. Os estudantes que aprendem a partir de casa ou do hospital podem interagir com o resto da turma. Ou um terapeuta pode observar um aluno em ação sem interromper a aula. Graças ao vídeo de alta qualidade e à rápida velocidade de fotogramas, o FaceTime é também ideal para os estudantes que comunicam utilizando a língua gestual. Cada gesto e expressão facial é mostrado em todo o detalhe. Uma vez que o FaceTime está incluído no Mac, iPhone, iPad e iPod touch, os alunos podem usá-lo para comunicar com outros utilizadores OS X ou iOS.*

MacBook Air a mostrar uma mãe e duas filhas a utilizar o FaceTime com uma janela pequena que mostra o irmão.
Voltar ao início

Mac: uma voz amiga para estudar.

Para os estudantes invisuais ou com fraca visão, o OS X tem uma variedade de tecnologias auxiliares, tais como um leitor de ecrãs integrado e ampliação do ecrã, para que tirem o máximo partido do Mac.

MacBook Pro a mostrar uma página sobre a vida junto ao Polo Norte e uma legenda a ser lida em voz alta:

VoiceOver

O VoiceOver é um leitor de ecrã notável que vem com todos os Mac. O VoiceOver, mais do que um mero sintetizador de voz, diz aos estudantes exatamente o que está a acontecer no Mac e permite navegar utilizando gestos, um teclado ou um terminal Braille. E utiliza o Alex, a voz do Mac, que fala de forma natural. Saiba mais sobre o VoiceOver

Zoom

O Zoom é uma funcionalidade que amplia até 20 vezes tudo o que está no ecrã. Os estudantes podem utilizá-lo em ecrã completo ou imagem em imagem para ver a área ampliada numa janela em separado, mantendo o resto do ecrã no tamanho normal. Podem assim ler melhor um texto, ver um diagrama ou ampliar mapas. Ative-o de várias formas, como um comando do teclado ou um gesto no trackpad. O Zoom também funciona com o VoiceOver, pelo que os alunos podem ver (e ouvir) melhor o que está a acontecer no ecrã.

MacBook Air a mostrar a barra de navegação de uma página da internet ampliada.
MacBook Pro a mostrar as cores do ecrã invertidas para melhorar a legibilidade.

Inverter cores

Se um maior contraste ajudar os estudantes a ver melhor o que está no ecrã, o OS X permite alterar as definições de visualização. Podem inverter as cores, aumentar e diminuir o contraste, ou mudar para escala de cinzentos. Uma vez definidas as cores, as definições aplicam-se ao nível do sistema, permitindo ter a mesma vista em todas as apps.

Voltar ao início

O Mac oferece uma nova perspetíva ao ensino.

Os estudantes que sofrem de surdez ou dificuldades de audição podem tirar partido de tudo o que o Mac tem para oferecer. O FaceTime e o iMessage permitem uma fácil comunicação com professores e colegas, e as legendas ajudam os alunos a utilizar vídeos e a melhorar a sua experiência de aprendizagem.

FaceTime

Graças ao vídeo de alta qualidade e à rápida velocidade de fotogramas, o FaceTime é ideal para os estudantes que comunicam utilizando a língua gestual. Cada gesto e expressão facial é mostrado em todo o detalhe. Uma vez que o Facetime está incluído no Mac, iPhone, iPad e iPod touch, os alunos podem falar com utilizadores OS X ou iOS que estejam numa sala de aula ou do outro lado do mundo. Como se estivessem cara a cara.*

MacBook Air a mostrar uma chamada FaceTime entre um pai e as suas filhas.

Legendas

As legendas oferecem a todos os tipos de estudantes visuais a capacidade de ver legendas em vídeo para ajudar à compreensão. As legendas surgem no ecrã numa letra branca e de leitura fácil sobre um fundo preto. O OS X é compatível com vários tipos de legendas, em vários materiais de ensino, como podcasts ou cursos do iTunes U.

MacBook Pro com legendas na parte inferior do ecrã a ditar o que está a ser dito em voz alta.
Imagem a mostrar uma conversa iMessage entre amigos, que falam dos planos para o fim de semana.

Mensagens com o iMessage

As mensagens são ideais para comunicação entre estudantes ouvintes e não ouvintes. Nestas situações, a escrita é a forma mais rápida e universal de comunicar. Os alunos podem receber ajuda individual nos trabalhos de casa ou enviar e receber mensagens de grupo para se manterem a par dos projetos de grupo. Graças às suas capacidades de velocidade e vídeo de alta qualidade, a app Mensagens é também uma forma fantástica de tirar partido de serviços de reencaminhamento de vídeo como o HOVRS.com. Os estudantes podem ver claramente os movimentos de dedos e mãos de todos os que participam na conversa. Assim, podem comunicar à distância com a mesma expressividade com que o fariam cara a cara. A app Mensagens funciona com AIM (a maior comunidade de mensagens instantâneas nos EUA), Google Talk e Jabber.

Ícones que mostram que os canais de áudio esquerdo e direito estão combinados para audição estéreo.

Áudio mono

Normalmente, as gravações estéreo têm faixas de áudio diferentes para o canal esquerdo e direito. Como tal, os estudantes que sofrem de surdez ou dificuldades de audição num ouvido podem perder algum do áudio existente nesse canal. O OS X pode ajudar ao reproduzir ambos os canais de áudio em ambos os ouvidos, além de permitir aos alunos ajustar o equilíbrio para um maior volume em qualquer dos ouvidos, para que possam tirar partido de todo o som numa palestra, vídeo didático ou composição musical.

GarageBand

O GarageBand pode ajudar a melhorar a compreensão auditiva entre os estudantes que sofrem de surdez ou dificuldades de audição, especialmente aqueles que se estão a adaptar a novos implantes cocleares. Os professores podem criar podcasts de discurso conversacional e descarregá-los para um Mac, iPhone, iPad ou iPod touch. Os alunos utilizam os podcasts para aprender inflexões e como diferenciar uma voz de outra. O GarageBand vem com todos os novos Mac e é fantástico para terapia da fala, aprender idiomas tonais como o chinês ou ajudar os estudantes que sofrem de surdez a compreender o volume de som utilizando um ficheiro de ondas de áudio.

MacBook Pro a mostrar um ecrã do GarageBand com uma música a ser composta.
Voltar ao início

Teclado no OS X: uns toques acima.

Para os estudantes com dificuldades em utilizar o teclado, rato ou trackpad, as tecnologias OS X ajudam-nos a dar toques nas teclas e a fazer gestos com o rato. Ou podem converter palavras em texto através da fala.

Trackpad Multi-Touch

O trackpad Multi-Touch está integrado em todos os computadores portáteis Mac. E o Magic Trackpad foi concebido para funcionar com computadores de secretária Mac. Estes trackpads permitem aos estudantes tocar, deslocar, apertar e percorrer no Mac. Uma vez que os gestos Multi-Touch são tão precisos, não há forma mais fluida, natural e intuitiva de controlar o que está no ecrã ou ampliar texto e objetos.

Dois dedos prestes a percorrer no trackpad.

Teclas lentas

A funcionalidade Teclas lentas ajusta a sensibilidade do teclado para processar apenas os batimentos de teclas que os estudantes pretendem fazer. Cria um atraso entre a pressão de uma tecla e a introdução da letra. Os alunos podem ajustar o atraso e optar por emitir um som quando é introduzida uma letra.

Teclas modificadoras

Para os estudantes com dificuldades em premir teclas em simultâneo ao introduzir comandos de teclas, a funcionalidade Teclas modificadoras combina os batimentos de teclas dos alunos e deixa premir as teclas uma de cada vez. Podem introduzir combinações de teclas, como Command-S (para Guardar), e o OS X apresenta cada tecla pressionada, acompanhada de um efeito sonoro, para que possam certificar-se de que são introduzidas as letras corretas.

Atalhos pelo teclado

Utilizando atalhos pelo teclado (ou combinações de teclas), os estudantes podem rapidamente fazer uma ampla variedade de tarefas, como captar uma imagem (Command-Shift-4) ou ampliar (Command-Option-+), sem tocar no rato ou abrir menus. Além de utilizarem muitos atalhos predefinidos, também podem criar os seus. Os atalhos podem ser aplicados à totalidade do sistema ou criados para funcionar apenas em aplicações específicas.

Automator

Com o Automator, é possível executar tarefas repetitivas e complexas com um só clique, como mudar o nome de ficheiros ou redimensionar imagens, que podem sobrecarregar um estudante com dificuldades em utilizar um rato ou trackpad. Basta indicar ao Automator as ações a realizar e a respetiva ordem, arrastando para um processo de trabalho, para que o Automator execute a tarefa com a frequência desejada. O Automator pode também gravar ações enquanto os alunos as realizam e guardá-las para utilizarem mais tarde.

Recursos