Fomos ainda mais longe. Para ficar ainda mais perto.

Quando se senta à frente de um iMac acontece algo incrível: o mundo à sua volta deixa de existir e só tem olhos para um grande, grande ecrã. Para criar uma experiência tão envolvente, fomos mais longe do que nunca e repensámos todos os pormenores para levar o iMac para um novo patamar.

O derradeiro tudo em um. Aperfeiçoado ao extremo.

O primeiro iMac foi revolucionário. Nunca se tinha visto um computador tudo em um com tudo: ecrã, processador, gráficos, armazenamento, memória e muito mais, integrados numa única estrutura simples e elegante. O atual iMac tem um espetacular ecrã e inclui as mais recentes tecnologias de alto desempenho. No entanto, mede apenas uns surpreendentes 5 mm na extremidade.

Design integrado.

Um dos maiores desafios colocados pelo design do iMac foi determinar a forma de unir a parte frontal à parte traseira. É que a estrutura é tão fina que é impossível soldar as peças com os métodos tradicionais. Assim, partimos em busca de novas ideias e encontrámos uma solução chamada soldadura por fricção, frequentemente usada na indústria aeroespacial, em componentes que não podem, de maneira nenhuma, falhar. Este processo combina calor e pressão para misturar as moléculas das duas superfícies em alumínio, criando uma junta de enorme precisão e resistência. Muito provavelmente nem vai reparar, mas sem este processo o iMac não seria possível.

Ecrã panorâmico espetacular.
Uma visão de perdição.

  • Eliminação de folga de 2 mm
  • Revestimento antirreflexos
  • LCD 5 mm mais fino

Mais perto dos acontecimentos.

O ecrã do iMac não está atrás do vidro de cobertura. Está colado a ele através de um sofisticado processo chamado laminação completa, que elimina qualquer folga entre o painel LCD e o vidro. Agora todas as imagens parecem saltar do ecrã.

Reflexo reduzido.

A laminação completa tem outra grande vantagem: elimina o reflexo da luz no painel LCD e na parte traseira do vidro de cobertura do ecrã. Também conseguimos reduzir o reflexo na frente do vidro sem comprometer a qualidade da cor. Em vez de aplicar um revestimento antirreflexo no vidro de forma convencional, adaptámos um processo usado em superfícies mais pequenas, como objetivas de câmaras e capacetes de pilotos de combate. Chama-se deposição de plasma e consiste em revestir o vidro com camadas de dióxido de silício e pentóxido de nióbio de uma forma tão precisa e fina que a medição é feita em átomos. O resultado são cores vivas e exatas, praticamente sem reflexos.

Individualmente calibrados para cores reais.

Nenhuma destas inovações teria grande importância se o ecrã do iMac não mostrasse cores mais vivas e realistas. É por isso que calibramos cuidadosamente as cores de todos os ecrãs através de modernos espectrorradiómetros. Este equipamento é afinado de acordo com normas reconhecidas em todo o mundo.

iMac e o meio ambiente.
Altamente reciclável e mais eficiente a nível energético.

Maior eficiência energética.

O iMac foi concebido para ser mais eficiente a nível energético do que nunca e gasta apenas 0,9 watts de eletricidade no modo de hibernação. Este valor é 97% inferior ao do primeiro iMac.

Amigo do ambiente.

Eliminámos muitas substâncias tóxicas do iMac, incluindo mercúrio, arsénio, BFR e PVC. E é fabricado com alumínio e vidro, materiais facilmente recicláveis e reutilizáveis. De facto, a base do iMac é feita com 30% de alumínio reciclado.

Premiado com ouro.

Como resultado dos nossos esforços, o iMac excede os requisitos de consumo energético da EPA. Recebeu a certificação ENERGY STAR Versão 6.0 e conquistou a mais alta classificação (Gold) da EPEAT, que avalia o impacto ambiental dos produtos com base na reciclabilidade, consumo de energia e forma como são concebidos e fabricados.*

Conheça as nossas iniciativas ambientais