Informações para a imprensa

Apple anuncia resultados do segundo trimestre do seu ano fiscal

Grande volume de vendas de iPhone promove receitas recorde no trimestre de março e 15% de crescimento dos lucros por ação

CUPERTINO, Califórnia – 23 de abril de 2014 – A Apple anunciou hoje os resultados financeiros para o segundo trimestre fiscal de 2014, que terminou a 29 de março de 2014. A empresa apresentou um lucro trimestral de 45,6 mil milhões de dólares e um lucro líquido trimestral de 10,2 mil milhões de dólares, ou 11,62 dólares por ação diluída. Estes resultados comparam-se com as receitas de 43,6 mil milhões de dólares e um lucro líquido de 9,95 mil milhões de dólares, ou 10,09 dólares por ação diluída, no trimestre equivalente do ano transato. A margem bruta foi de 39,3%, em comparação com 37,5% do trimestre do ano transato. As vendas internacionais representaram 66% das receitas do trimestre.

“Estamos muito orgulhosos dos nossos resultados trimestrais, especialmente pelo grande volume de vendas de iPhone e pelas receitas recorde derivadas de serviços”, afirmou Tim Cook, CEO da Apple. “Estamos ansiosos por apresentar novos produtos e serviços que só a Apple consegue trazer para o mercado.”

“Gerámos 13,5 mil milhões de dólares em fluxo de caixa de operações e devolvemos quase 21 mil milhões de dólares em dinheiro aos acionistas através de dividendos e recompra de ações durante o trimestre de março”, disse Peter Oppenheimer, CFO da Apple. “Isto eleva os pagamentos acumulados no âmbito do nosso programa de retorno do capital para 66 mil milhões de dólares.”

A Apple está a fornecer a seguinte orientação para o seu terceiro trimestre fiscal de 2014:
  • receitas entre 36 mil milhões de dólares e 38 mil milhões de dólares
  • margem bruta entre 37% e 38%
  • despesas operacionais entre 4,4 mil milhões de dólares e 4,5 mil milhões de dólares
  • outros rendimentos/(despesa) de 200 milhões de dólares
  • taxa de imposto de 26,1%

A Apple vai disponibilizar uma transmissão ao vivo da conferência sobre os resultados financeiros para o segundo trimestre de 2014, que terá lugar às 22:00 GMT (hora portuguesa) de 23 de abril de 2014, em www.apple.com/quicktime/qtv/earningsq214. Este webcast estará disponível durante cerca de duas semanas após o evento.

Este comunicado de imprensa contém, entre outros, projeções relativamente a receitas, margem bruta, despesas operacionais, outros rendimentos/(despesas) e taxa de imposto esperados pela empresa. Estas projeções implicam riscos e incertezas, sendo que os resultados reais podem variar. Os riscos e as incertezas incluem, sem limitação, o efeito de factores competitivos e económicos, e a reação da empresa a esses factores, nas decisões de compra de consumidores e empresas relativamente aos produtos da empresa; pressões competitivas continuadas no mercado; a capacidade da empresa fornecer para o mercado e estimular os pedidos de clientes de novos programas, produtos e inovações tecnológicas de forma atempada; os efeitos que as introduções e transições de produtos, alterações ao preço do produto ou mistura, e/ou aumentos nos preços dos componentes poderiam ter na margem bruta da empresa; o risco de inventário associado à necessidade da empresa de encomendar ou comprometer-se a encomendar componentes de produto antes de receber as encomendas dos clientes; a disponibilidade continuada em termos aceitáveis de determinados componentes e serviços essenciais para o negócio da empresa, atualmente obtidos de fontes únicas ou limitadas; o efeito que a dependência da empresa nos serviços de fabrico e logística fornecidos por terceiros pode ter na qualidade, quantidade ou custo dos produtos produzidos ou serviços criados; riscos associados às operações internacionais da empresa; a confiança da empresa em conteúdo digital e propriedade intelectual de outros; o potencial impacto de uma descoberta que a empresa infringiu os direitos de propriedade intelectual de outros; a dependência da empresa no desempenho dos distribuidores, transportadores e de outros revendedores dos produtos da empresa; o efeito que problemas na qualidade do produto e serviço poderiam ter nas vendas e lucros operacionais da empresa; o serviço continuado e disponibilidade de executivos e funcionários principais; guerra, terrorismo, questões de saúde pública, desastres naturais e outras circunstâncias que poderiam afetar o fornecimento, a entrega ou o pedido de produtos; e resultados não favoráveis de outros procedimentos legais. Nas secções "Risk Factors" e "Management’s Discussion and "Analysis of Financial Condition and Results of Operations" dos relatórios públicos da empresa submetidos à SEC é, ocasionalmente, adicionada mais informação sobre potenciais factores que podem afetar os resultados financeiros da empresa, incluindo o relatório anual (Form 10-K) da empresa para o ano fiscal terminado a 28 de setembro de 2013, o relatório intermédio (Form 10-Q) para o trimestre terminado a 28 de dezembro de 2013 e o relatório intermédio (Form 10-Q) para o trimestre terminado a 29 de março de 2014, a ser submetido à SEC. A empresa não assume qualquer obrigação de atualizar quaisquer informações ou projeções, cuja comunicação reporta às respetivas datas.

A Apple concebe a gama Mac, os melhores computadores pessoais do mundo, juntamente com o OS X, iLife, iWork e software profissional. A Apple lidera a revolução em música digital com a gama iPod e a iTunes Store online. A Apple reinventou o telemóvel com os revolucionários iPhone e App Store, e está a definir o futuro da multimédia móvel e dos dispositivos informáticos com o iPad.

Contactos de imprensa:
Paco Lara
Apple
+34 91 354 2965
paco.lara@apple.com

Frederico Rocha
936 101 392
frocha@edc.pt

© 2014 Apple Inc. Todos os direitos reservados. Apple, o logótipo Apple, Mac, Mac OS e Macintosh são marcas registadas da Apple. Outros nomes de produtos e empresas podem ser marcas comerciais das respetivas empresas.

Apple Media Helpline 800 207 785