Apple e o Meio Ambiente

Progresso ambiental

Há mais de 20 anos a Apple busca formas de reduzir o impacto da nossa empresa e dos nossos produtos sobre o meio ambiente.

Data center da Apple localizado em Maiden, na Carolina do Norte, eficiente em termos de energia e material

Chegando a 100% de energia renovável.

Estamos quase conquistando uma meta ambiciosa: suprir todas as necessidades de energia dessa unidade só com fontes renováveis, como solar, eólica, hídrica e geotérmica. Já conseguimos fazer isso em todos os data centers que oferecem serviços online para os nossos clientes, entre eles o de Maiden, na Carolina do Norte. Também suprimos todas as necessidades de energia das nossas unidades localizadas em Austin, Cork, Munique e do nosso campus Infinite Loop em Cupertino.

Somando todas as unidades corporativas da Apple em todo mundo, já estamos com 75% de energia renovável, um aumento de 114% com relação a 2010. Para chegar a 100% mundialmente, estamos construindo novas unidades eficientes em termos de energia e reformando outras. Estamos instalando fontes de energia renovável nas nossas unidades, entre elas painéis solares e células de combustível. E para atender as nossas necessidades de energia, estamos firmando contratos de longo prazo com provedores de energia. Saiba mais sobre a Apple e energia renovável

2012

  • A Apple lança o iMac redesenhado, que utiliza 68% menos material e gera 67% menos emissões de carbono que as suas gerações anteriores. Além disso na composição da base de alumínio do iMac há 30% de material reciclado.

  • A Apple instala células de biocombustível e sistemas solares fotovoltaicos na sua sede em Cupertino. Nesse mesmo local, há uma redução de 30% no uso de energia e, simultaneamente um aumento de ocupação de 12%.

  • A Apple apresenta sua AirPort Express redesenhada, com uma estrutura composta de biopolímeros derivados de canola e plástico PC-ABS reciclado.

  • A Apple supre totalmente as necessidades das suas unidades em Austin, Elk Grove, Cork, Munique, alguns pontos da Austrália; do campus Infinite Loop em Cupertino e dos seus data centers em Newark, Maiden e Prineville com energia renovável. Somando todas as unidades corporativas da Apple em todo mundo, 75% da energia consumida vem de fontes renováveis, um aumento de 114% com relação a 2010.

  • No data center em Maiden, na Carolina do Norte, a Apple termina a construção e inicia as operações do maior painel solar de propriedade privada e da maior célula de combustível dos Estados Unidos fora de uma empresa de energia.

2011

  • A Apple supervisiona o nosso data center em Maiden na Carolina do Norte. Ele recebeu a cobiçada certificação LEED Platinum do U.S. Green Building Council.

  • A Apple apresenta os novos iTunes cards feitos de papel 100% reciclado.

  • A Apple lança a Mac App Store em 123 países, oferecendo aos clientes acesso rápido aos softwares Mac, inclusive ao OS X Lion. Os downloads digitais reduziram substancialmente o impacto ambiental relacionado à entrega de software, porque eles eliminaram os custos com embalagens e transporte de softwares em caixas. Além disso a Apple eliminou os DVDs de recuperação, antes incluídos na embalagem dos produtos Mac.

  • A Apple lança o iPad 2, com um sistema embarcado no chip A5 dual core, poderoso, mas muito eficiente em termos de energia. O iPad 2 é duas vezes mais rápido do que a sua versão original, mas com a mesma bateria com até 10 horas de duração* — tudo em uma estrutura 33% mais fina e até 15% mais leve que a do seu antecessor.

  • Todos os produtos Apple excedem as rígidas diretrizes da ENERGY STAR relacionadas à eficiência de energia. Todos os produtos são pelo menos duas vezes mais eficientes em termos de energia que o recomendado pela especificação ENERGY STAR. O Mac mini é até seis vezes mais eficiente em termos de energia.

    *A duração da bateria varia de acordo com a utilização e as configurações. Consulte www.apple.com/br/batteries para obter mais informações.

2010

  • Todos os monitores e telas da Apple utilizam vidro sem arsênico e tecnologia de retroiluminação por LED sem mercúrio.

  • A Apple lança um carregador de bateria para baterias recarregáveis. Em um prazo de quatro anos, o uso de baterias recarregáveis no lugar de baterias alcalinas descartáveis reduz o desperdício de bateria e pilhas em 78% e as emissões de carbono em 63%*.

    *Com base na vida útil média de uma pilha alcalina utilizada em um teclado sem fio da Apple, Magic Mouse ou Magic Trackpad por um período de quatro anos.

  • A Apple lança o novo Mac mini, o computador desktop mais eficiente do mundo em termos de energia. Ele consome apenas 10 watts de eletricidade, menos do que a energia consumida por uma lâmpada incandescente econômica.

  • As instalações da Apple em Cork, na Irlanda, em Austin, no Texas e em Sacramento, na Califórnia, usam 100% de energia renovável.

  • Os cabos de todos os dispositivos iPod, iPhone e iPad em todo o mundo não contêm PVC. Os cabos de todos os notebooks, Apple TV, Mac mini, iMac e LED Cinema Display de 27 polegadas dos Estados Unidos e de outros países onde aprovações são concedidas por um órgão específico não contêm PVC.

2009

  • A Apple mostra uma análise do ciclo de vida completo das emissões de gases do efeito estufa, estabelecendo um novo padrão em divulgação ambiental abrangente. Enquanto outras empresas reportam apenas parte das suas emissões, a Apple é a única empresa do mercado que divulga as emissões de carbono de cada um dos seus produtos.

  • Os novos Mac mini, iMac e Mac Pro atendem a especificação ENERGY STAR 5.0.

  • Todos os produtos são comercializados sem BFR e com monitores de vidro sem arsênico e retroiluminados por LED, sem mercúrio.

  • A Apple lança uma nova bateria interna na família MacBook Pro com praticamente o triplo de duração das baterias tradicionais dos notebooks.

  • A Apple chega a uma taxa de reciclagem de 66,4% (porcentagem do peso referente às vendas de 2003).

2008

  • A Apple lança o MacBook e o MacBook Pro com estrutura unibody, feita de alumínio e vidro recicláveis, telas sem arsênico nem mercúrio e componentes internos sem BFR nem PVC.

  • O MacBook Air é o primeiro Mac a usar tecnologia de retroiluminação sem mercúrio e monitor LCD de vidro sem arsênico.

  • O aparelho, fones e cabos USB do iPhone 3G não possuem PVC, as placas de circuito impresso não têm BFR e a tela não contem mercúrio nem arsênico.

  • A Apple chega a uma taxa de reciclagem de 41,9% (porcentagem do peso referente às vendas de 2002).

2007

  • Lançamento dos primeiros produtos com placas de circuito impresso sem bromo.

  • Anunciado o primeiro MacBook Pro com tela retroiluminada por LED sem mercúrio.

  • A Apple expande o seu programa de transporte de funcionários com ônibus menos poluentes, movidos a biodiesel.

2006

  • A Apple é a primeira fabricante de computadores a substituir todos os monitores de CRT por LCDs, ecologicamente mais corretos em termos de material e consumo de energia.

2005

2004

  • Começa a pesquisa de placas de circuito impresso e cabos internos sem BFR nem PVC.

  • Início da substituição das substâncias incluídas na Diretiva Europeia sobre a Restrição de Substâncias Perigosas.

2003

  • Iniciada a pesquisa com fornecedores sobre substâncias.

2002

  • Soluções para o retorno de produtos são implantadas nos Estados Unidos e no Japão.

  • Colocada em prática a Especificação Mundial de Substâncias Regulamentadas da Apple.

  • A Apple assina o Código de Conduta da União Europeia sobre Fontes de Alimentação que incentiva os fabricantes a projetarem fontes de alimentação com menor consumo de energia quando desligadas.

  • A Apple é uma das sócia fundadoras do FEMP (Federal Energy Management Program) dos Estados Unidos, que define requisitos relacionados à eficiência de energia para o modo desligado dos computadores.

2001

  • Os computadores e monitores Apple são os primeiros a atender os requisitos da ENERGY STAR.

  • A Apple dá início à substituição voluntária de tetrabromobisfenol A (TBBPA) em todas as partes plásticas com peso superior a 25 gramas.

  • A Apple inicia a compra de 100% da eletricidade consumida pela nossa fábrica localizada em Austin usando recursos renováveis, participando com isso do Programa de Energia “Green Choice” de Austin.

2000

  • Todas as fábricas da Apple mundialmente possuem a certificação ISO 14001, o que significa que a Apple possui um sistema de gestão ambiental estruturado em operação para administrar o impacto das nossas operações no meio ambiente.

1999

  • Entram em vigor as Especificações Ambientais para Produtos Apple (APES).

  • Restrição ao uso de chumbo e cádmio nos cabos.

1997

  • Testada a conformidade dos primeiros produtos Apple com os padrões da TCO (Swedish Confederation of Professional Employees).

1996

  • A fábrica da Apple em Sacramento, na Califórnia, é a primeira a receber a certificação ISO 14001.

1995

  • Substituição de PVC nas embalagens.

1994

  • Início do primeiro programa da Apple de retorno de produtos na Alemanha, com planos de expansão gradual para outras regiões.

  • Começa a substituição de baterias de níquel cádmio.

1992

  • A Apple se torna membro fundadora do programa ENERGY STAR da EPA nos Estados Unidos, criado para identificar e promover computadores e monitores eficientes em termos de energia.

  • Início da substituição de clorofluorcarbono (CFC) na fabricação de produtos Apple, segundo estipulado no Protocolo de Montreal sobre Substâncias Nocivas à Camada de Ozônio.

1991

  • Começa a substituição de chumbo nas baterias, mesmo antes da diretiva europeia sobre baterias, que entra em vigor em 1996.

1990

  • Colocada em prática e implantada a política ambiental da Apple.