Informações para a imprensa

Apple apresenta resultados recorde

47,8 milhões de iPhones vendidos; 22,9 milhões de iPads vendidos

CUPERTINO, Califórnia —23 de janeiro de 2013— A Apple anunciou hoje os resultados financeiros para o primeiro trimestre fiscal de 2013, de 13 semanas, que terminou a 29 de dezembro de 2012. A empresa apresentou receitas trimestrais recorde de 54,5 mil milhões de doláres e um lucro líquido trimestral recorde de 13,1 mil milhões de dólares, ou 13,81 dólares por ação diluída. Estes resultados comparam-se com as receitas de 46,3 mil milhões de dólares e um lucro líquido trimestral de 13,1 mil milhões de dólares, ou 13,87 dólares por ação diluída, no trimestre equivalente do ano anterior, de 14 semanas. A margem bruta foi de 38,6%, em comparação com os 44,7% no trimestre do ano anterior. As vendas internacionais representaram 61% das receitas do trimestre.

As receitas semanais médias do trimestre foram de 4,2 mil milhões de dólares, em comparação com os 3,3 mil milhões de dólares do trimestre do ano anterior.

A empresa vendeu um número recorde de 47,8 milhões de iPhones neste trimestre, em comparação com os 37 milhões no trimestre do ano anterior. A Apple também vendeu um número recorde de 22,9 milhões de iPads durante o trimestre, em comparação com os 15,4 milhões durante o trimestre do ano anterior. A empresa vendeu 4,1 milhões de Macs, em comparação com os 5,2 milhões no trimestre do ano anterior. A Apple vendeu 12,7 milhões de iPods neste trimestre, em comparação com os 15,4 milhões no trimestre do ano anterior.

O Conselho de Administração da Apple declarou um dividendo em numerário de 2,65 dólares por ação do capital ordinário da empresa. O dividendo é pago aos acionistas a 14 de fevereiro de 2013, com data do fecho do exercício a 11 de fevereiro de 2013.

"É com grande entusiasmo que apresentamos receitas superiores a 54 mil milhões de dólares e mais de 75 milhões de dispositivos iOS vendidos num único trimestre", disse Tim Cook, CEO da Apple. "Estamos bastante confiantes no nosso conjunto de produtos e continuamos a centrar-nos na inovação e em conceber os melhores produtos do mundo."

"Estamos satisfeitos por ter gerado mais de 23 mil milhões de dólares em fluxo de caixa de operações trimestral", disse Peter Oppenheimer, CEO da Apple. "Conseguimos novos recordes trimestrais em vendas de iPhone e iPad, expandimos significativamente o nosso ecossistema, e gerámos as maiores receitas trimestrais de sempre da Apple."

A Apple está a fornecer a seguinte orientação para o segundo trimestre fiscal de 2013:

• receitas entre 41 mil milhões de dólares e 43 mil milhões de dólares
• margem bruta entre 37,5% e 38,5%
• despesas operacionais entre 3,8 mil milhões de dólares e 3,9 mil milhões de dólares
• outros rendimentos/(despesa) de 350 milhões de dólares
• taxa de imposto de 26%

A Apple disponibilizará uma transmissão ao vivo da conferência sobre os resultados financeiros para o primeiro trimestre de 2013, que terá lugar às 14:00 PST/22:00 GMT de 23 de janeiro de 2013, em www.apple.com/quicktime/qtv/earningsq113. Este webcast estará também disponível para visualização durante aproximadamente duas semanas após o evento.

Este comunicado de imprensa contém, entre outros, enunciados prospetivos relativamente a receitas, margem bruta, despesas operacionais, outros rendimentos/(despesa) e taxa de imposto esperados pela empresa. Estes enunciados envolvem riscos e incertezas, e os resultados reais podem variar. Os riscos e as incertezas incluem, sem limitação, o efeito de factores competitivos e económicos, e a reação da empresa a esses factores, nas decisões de compra de consumidores e empresas relativamente aos produtos da empresa; pressões competitivas continuadas no mercado; a capacidade da empresa fornecer para o mercado e estimular os pedidos de clientes de novos programas, produtos e inovações tecnológicas de forma atempada; os efeitos que as introduções e transições de produtos, alterações ao preço do produto ou mistura, e/ou aumentos nos preços dos componentes poderiam ter na margem bruta da empresa; o risco de inventário associado à necessidade da empresa de encomendar ou comprometer-se a encomendar componentes de produto antes de receber as encomendas dos clientes; a disponibilidade continuada em termos aceitáveis de determinados componentes e serviços essenciais para o negócio da empresa, atualmente obtidos de fontes únicas ou limitadas; o efeito que a dependência da empresa nos serviços de fabrico e logística fornecidos por terceiros pode ter na qualidade, quantidade ou custo dos produtos produzidos ou serviços criados; riscos associados às operações internacionais da empresa; a confiança da empresa em conteúdo digital e propriedade intelectual de outros; o potencial impacto de uma descoberta que a empresa infringiu os direitos de propriedade intelectual de outros; a dependência da empresa no desempenho dos distribuidores, transportadores e de outros revendedores dos produtos da empresa; o efeito que problemas na qualidade do produto e serviço poderiam ter nas vendas e lucros operacionais da empresa; o serviço continuado e disponibilidade de executivos e funcionários principais; guerra, terrorismo, questões de saúde pública, desastres naturais e outras circunstâncias que poderiam afetar o fornecimento, a entrega ou o pedido de produtos; e resultados não favoráveis de outros procedimentos legais. Nas secções "Fatores de risco" e "Discussão e análise da condição financeira e dos resultados das operações por parte da gerência" dos relatórios públicos da empresa é, ocasionalmente, adicionada mais informação sobre potenciais factores que podem afetar os resultados financeiros da empresa, preenchidos com o SEC, incluindo o formulário 10-K da empresa para o ano fiscal terminado a 29 de setembro de 2012, e o seu formulário 10-Q para o trimestre terminado a 29 de dezembro de 2012, a ser preenchido com o SEC. A empresa não assume qualquer obrigação de atualizar quaisquer informações ou enunciados prospetivos, cujo relato reporta às respetivas datas.

A Apple concebe os Macs, os melhores computadores pessoais do mundo, a par do OS X, iLife, iWork e software profissional. A Apple lidera a revolução em música digital com os seus iPods e a iTunes Online Store. A Apple reinventou o telemóvel com os revolucionários iPhone e App Store, e está a definir o futuro da multimédia móvel e dos dispositivos informáticos com o iPad.

Contactos de imprensa:

Paco Lara
Apple
paco.lara@apple.com
+34 91 354 2965

Frederico Rocha
frocha@edc.pt
936 101 392

© 2013 Apple Inc. Todos os direitos reservados. Apple, o logótipo Apple, Mac, Mac OS e Macintosh são marcas comerciais da Apple. Outros nomes de empresas e produtos poderão ser marcas comerciais dos respetivos proprietários.

Apple Media Helpline 800 207 785