Perguntas frequentes Mais respostas para suas perguntas
sobre a Apple e o meio ambiente.

Quem lidera os esforços ambientais na Apple?

Em junho de 2013, Tim Cook, CEO da Apple, nomeou Lisa P. Jackson como VP de Environmental Initiatives. O departamento de iniciativas ambientais trabalha com várias equipes da Apple para definir estratégias, envolver as partes interessadas e anunciar os avanços do comprometimento da Apple em lidar com as mudanças climáticas, desenvolver materiais ecologicamente responsáveis para produtos mais seguros e em usar matérias-primas da forma mais eficiente possível.

O conselho administrativo da Apple supervisiona o CEO e outros gerentes seniores para que a companhia seja gerida com competência e ética todos os dias, além de garantir que os interesses a longo prazo dos acionistas sejam atendidos. Lisa, que agora é VP de Environment, Policy and Social Initiatives, responde ao CEO. Devido à nossa abordagem integrada, as decisões sobre questões sociais e ambientais são avaliadas nos mais altos níveis da administração. Os membros da equipe executiva analisam regularmente cada novo produto durante a fase de desenvolvimento, com foco nas escolhas de materiais e design, cadeia de fornecedores, embalagens e consumo de energia.

Como a Apple faz a análise das emissões de gases do efeito estufa durante o ciclo de vida dos produtos?

A Apple segue cinco passos para fazer a análise do ciclo de vida (ACV) de um produto:

  1. Para representar a fase de fabricação, analisamos as medições de cada peça e os dados obtidos na sua produção. Essas medidas nos ajudam a determinar com precisão o tamanho e o peso dos componentes e dos materiais do produto. Já os dados sobre processos de fabricação e perda de rendimento nos permitem calcular o impacto de todo o processo. A ACV inclui acessórios, embalagens e as reduções de emissões do Supplier Clean Energy Program. Para calcular a emissão de carbono da Apple de forma abrangente, também consideramos as unidades que são consertadas e substituídas pelo AppleCare.
  2. Para representar o uso do produto, medimos em um ambiente simulado a energia que ele consome funcionando. Os padrões de uso diário são específicos para cada produto e representam uma combinação de dados reais e estimados. Para essa avaliação, o tempo de uso foi calculado com base nos primeiros proprietários e estimado de modo conservador em quatro anos para aparelhos macOS e tvOS e três anos para aparelhos iOS e watchOS. A maioria dos produtos Apple dura bem mais do que isso e é repassada, revendida ou retornada à Apple pelo primeiro proprietário para ser usada por outras pessoas. Para obter mais informações sobre o consumo de energia dos nossos produtos, consulte os Relatórios Ambientais sobre Produtos.
  3. Para representar a fase de transporte, examinamos os dados coletados no envio de produtos individuais e de múltiplos produtos por terra, mar e ar. No cálculo final, contabilizamos o transporte dos materiais de uma fábrica para outra, dos produtos que saem dessas unidades rumo aos centros regionais de distribuição, a entrega aos clientes finais e, por último, o transporte desses produtos até as instalações de reciclagem.
  4. Para representar o fim da vida útil, usamos dados sobre a composição dos produtos e estimamos o índice de produtos que vão para reciclagem ou são descartados. Para os que vão para reciclagem, captamos o processamento inicial do reciclador na preparação do produto para recuperação de materiais eletrônicos, metal, plástico e vidro. As etapas subsequentes não são consideradas porque estão incluídas na fase de produção e não no fim da vida útil do produto. Para produtos descartados, captamos as emissões relacionadas com aterros sanitários ou incineração de cada tipo de material.
  5. Depois de coletar os dados sobre fabricação, uso, transporte e fim da vida útil, somamos tudo a informações detalhadas sobre emissões de gases do efeito estufa. O cálculo das emissões é baseado nos dados específicos da Apple e na média da indústria durante as etapas de produção de materiais, fabricação, geração de eletricidade e transporte. A energia renovável usada na cadeia de fornecedores, iniciada por fornecedores independentes ou por meio do Supplier Clean Energy Program, também é levada em conta dentro do modelo de ACV. Ao combinar os dados específicos de produtos com os de emissões na nossa ferramenta de ACV, podemos compilar resultados detalhados e saber as emissões de gases do efeito estufa de cada produto. A qualidade e a precisão de todo o processo são verificadas pelo Fraunhofer Institute da Alemanha. Confira mais informações sobre a metodologia de ACV da Apple no paper apresentado na Conferência CARE Innovation 2018 em Viena, na Áustria.

Nas simulações de emissões de carbono, há uma incerteza intrínseca que se deve principalmente à limitação dos dados. No caso dos componentes que mais contribuem para nossas emissões de carbono, a Apple resolveu a questão criando modelos ambientais detalhados e baseados em nossos processos com parâmetros específicos. Os demais fatores associados a emissões de carbono da Apple são calculados usando uma média de dados e estimativas do setor.

Informações adicionais sobre a metodologia da Apple para ACV podem ser encontradas no artigo técnico apresentado na Conferência CARE Innovation 2018 em Viena, na Áustria.

A Apple estabelece metas para reduzir as emissões de gases do efeito estufa?

Calculamos nossa emissão de carbono de forma abrangente. Não consideramos apenas as emissões das nossas operações diretas, mas também o impacto do ciclo de vida dos nossos produtos. A partir disso, estabelecemos um programa consistente de energia renovável para lidar com essas emissões. Em 2018, anunciamos que atingimos nossa meta de abastecer todas as nossas instalações corporativas (emissões de nível 2) com energia renovável. Isso significa que geramos ou obtemos toda a eletricidade usada em nossos data centers, lojas e escritórios em 43 países de fontes de energia renovável.

Temos também a meta de reduzir as emissões na nossa cadeia de fornecedores, dando suporte para que eles mudem para a energia limpa. A Apple e os fornecedores estão trabalhando para gerar e obter mais de 4 gigawatts de energia renovável até 2020 em escala global. Isso equivale a um terço da nossa emissão atual durante a fabricação.

A Apple publica dados ambientais específicos de cada país?

Sim. Detalhamos as emissões de nível 1 e 2 e o consumo de gás natural e eletricidade para determinados países no nosso Relatório de Responsabilidade Ambiental de 2019 (PDF). Esse relatório também inclui mais informações sobre o consumo de energia nos nossos data centers.

A Apple utiliza fontes externas para verificar e garantir seus dados de impacto ambiental?

Sim. Solicitamos verificação de terceiros para validar nossas emissões de gases do efeito estufa de nível 1, 2 e 3 e avaliar os impactos do consumo de energia, uso de papel, descarte de resíduos e uso da água em nossos data centers, escritórios e lojas ao redor do mundo. O Bureau Veritas (BV) oferece uma das certificações mais altas do setor para esses dados de impacto ambiental. Veja a declaração do BV aqui. A produção de energia renovável de nível 3 e a redução das emissões de carbono de acordo com nosso programa de energia limpa foram classificadas como “garantia limitada” pelo BV. Veja a declaração do BV aqui.

As emissões de gases do efeito estufa de nível 3 relacionadas aos nossos produtos são calculadas com base na avaliação do ciclo de vida e têm qualidade e precisão verificadas pelo Fraunhofer Institute da Alemanha, de acordo com os padrões ISO 14000 de gestão ambiental reconhecidos internacionalmente: ISO 14040 e 14044. Veja a declaração do Fraunhofer aqui.

A Apple adota alguma política de segurança e integridade ambiental?

Sim. A Apple tem como compromisso proteger o meio ambiente, a saúde e a segurança dos funcionários, dos clientes e das comunidades nos locais onde atua em todo o mundo. Para obter mais informações, leia nossa Política de segurança e integridade ambiental (PDF).

A Apple restringe a presença de substâncias nocivas à saúde humana e ao meio ambiente?

Sim. As Especificações da Apple sobre Substâncias Regulamentadas listam várias substâncias de uso restrito ou proibido em nossos produtos, embalagens ou processos de fabricação. Todos os produtos Apple estão em conformidade com a Diretiva Europeia de Restrição a Substâncias Nocivas (RoHS), que restringe o uso de chumbo e de outras substâncias. A Apple considera que um material está em conformidade com a RoHS quando cumpre com a Diretriz da União Europeia 2011/65/EU e suas emendas, incluindo as exceções para o uso de chumbo. A Apple está trabalhando para eliminar o uso dessas substâncias isentas quando for tecnicamente possível. Como resultado de nossa abordagem cuidadosa em relação a esses materiais, muitas das restrições da Apple excedem os requisitos das regulamentações. Veja as Especificações da Apple sobre Substâncias Regulamentadas (PDF) e saiba mais sobre nossos esforços para reduzir ou eliminar substâncias perigosas.

Todos os produtos Apple também estão em conformidade com a Circular 30/2011/TT-BCT do Vietnã, que regula a presença de chumbo e de outras substâncias em produtos eletrônicos.

A Apple restringe a presença de retardadores de chama bromados (BFR) e policloreto de vinila (PVC) em seus produtos?

Sim. A Apple define um material como sem BFR nem PVC quando ele contém menos de 900 partes por milhão (ppm) de bromo ou cloro. O limite de 900 ppm é um dos mais rígidos do setor eletrônico e uma concentração menor que a considerada pela Diretiva RoHS Europeia. Se os BFRs e o PVC estivessem presentes, os níveis de bromo e cloro teriam que estar consideravelmente acima de 900 ppm para ter algum efeito.

A eliminação de BFRs e PVC por parte da Apple é válida para todos os produtos novos fabricados desde 2009, para todos os produtos Beats fabricados desde 2016 e para os monitores de sono Beddit fabricados desde o final de 2018. Ainda que a eliminação dessas substâncias se aplique a quase todos os produtos e componentes da Apple, alguns dos nossos modelos mais antigos podem não estar totalmente livres de BFR e PVC. Contudo, esses produtos, incluindo seus acessórios e peças de substituição, foram projetados para atender às regulamentações vigentes.

Cabos de energia na Tailândia, Índia e Coreia do Sul contêm PVC para atender a exigências específicas desses países. Continuamos tentando a aprovação para substituir o uso do PVC.

O que é REACH e como a Apple atende a essa regulamentação?

A norma 1907/2006 da Comunidade Europeia, conhecida como REACH (registro, avaliação, autorização e restrição de produtos químicos), regula o uso e a segurança de substâncias químicas. Com a publicação da lista de substâncias químicas candidatas à autorização, a Agência Europeia de Substâncias Químicas identifica uma série de substâncias de grande preocupação (SVHC) que devem ser divulgadas para o consumidor caso representem mais de 0,1% do peso do produto.

Com base na versão atual da lista de substâncias candidatas à autorização, os seguintes produtos Apple contêm SVHC acima do limite de divulgação:

SVHC
Aplicação
Produtos
1,3-propanossultona
Baterias de íon
de lítio
iPhone, iPad, MacBook, Apple Watch, AirPods, caixas de som e fones de ouvido sem fio Beats, iPod, Magic Mouse, Magic Trackpad, Magic Keyboard, Smart Battery Case para iPhone, Apple Pencil
1,2-dimetoxietano
Bateria botão
Apple Remote, iMac, Mac Pro, Mac mini
Óxido de chumbo, titânio e zircônio
Discos rígidos
iMac, Mac mini, AirPort Time Capsule
2-(2H-benzotriazol-2-il)-4,6-di-terc-pentil-fenol (UV-328)
Capa de tecido
Monitor de sono Beddit
Chumbo
Ligas metálicas (peças mecânicas internas) e soldas de alta temperatura (placas de circuito internas)*
iPhone, iPad, MacBook, Apple Watch, AirPods, caixas de som e fones de ouvido sem fio Beats, Magic Mouse, Magic Trackpad, Apple Pencil, iMac, Mac Pro

*Aplicação isenta da Diretiva RoHS da União Europeia

Os SVHCs presentes nesses produtos não representam risco à segurança do consumidor sob condições normais de uso. Para garantir a reciclagem apropriada desses produtos, você pode devolver seu aparelho Apple em uma Apple Store para que ele seja reciclado sem custo ou acessar www.apple.com/br/recycling para obter mais informações sobre nossos serviços de reciclagem.

A Apple utiliza substâncias nocivas à camada de ozônio?

Nenhum produto químico prejudicial à camada de ozônio é utilizado em processo algum na fabricação dos componentes, materiais ou embalagens utilizados pela Apple, como estipulado no Protocolo de Montreal sobre Substâncias Nocivas à Camada de Ozônio.

Como a Apple está ajudando a acelerar a economia circular?

Até a natureza prefere produtos que duram mais. Quando produtos podem ser usados por mais tempo, menos recursos precisam ser extraídos para produzir outros novos. A Apple está sempre focada em fazer produtos melhores e mais resistentes, além de oferecer serviços de reparos especializados para garantir que eles durem ainda mais tempo. Quando nossos clientes já não usam mais um aparelho, oferecemos a possibilidade de retorná-lo à Apple para que seja usado por outra pessoa ou reciclado com responsabilidade.

Em 2017, a Apple tornou público seu compromisso de um dia fabricar produtos usando apenas materiais renováveis e reciclados. E, quando necessário, queremos devolver esses materiais ao mercado, para serem usados pela Apple ou por outros. Com avanços como a Daisy, nosso novo robô de desmontagem, recuperamos mais materiais com melhor qualidade do que por meio de processos tradicionais de reciclagem.

Temos iniciativas para garantir que as matérias-primas utilizadas sejam obtidas de forma responsável, seguindo programas e padrões rígidos que geram mudanças positivas. Além de manter esse compromisso, nos desafiamos a, algum dia, conseguir fazer todos os nossos produtos sem extrair recursos finitos do planeta. É um objetivo ambicioso que pode demandar anos de colaboração entre as diferentes equipes da Apple, nossos fornecedores e empresas de reciclagem, mas já estamos trabalhando para isso.

Para obter mais informações e atualizações sobre nosso progresso, leia o Relatório de Responsabilidade Ambiental de 2019 (PDF).

A Apple está diminuindo o uso de plástico?

A Apple assumiu o compromisso de eliminar o plástico das embalagens até 2025 e fazer a transição para o uso de plástico reciclável e de origem renovável nos produtos. Até 2025, esperamos que 10 a 30% do plástico dos nossos produtos seja fabricado a partir de fontes renováveis.

Já fizemos um progresso relevante na eliminação do uso de plástico das nossas embalagens: em apenas três anos, tivemos uma redução de 48%. Agora, a maior parte das embalagens do iPhone, iMac Pro, MacBook Air e iPad é composta de fibras.

Em relação aos produtos, nosso objetivo é reduzir o uso do plástico por meio da eficiência de materiais e substituição de plásticos feitos de combustíveis fósseis por alternativas renováveis e recicláveis. Exploramos e qualificamos sistematicamente materiais reciclados e renováveis que tenham as características de cada plástico usado pela Apple. Assim, podemos identificar uma opção reciclada ou de fonte renovável para todos os tipos de plástico necessários para os produtos. Até hoje, identificamos alternativas recicladas para 24 classificações diferentes de plástico, que são usados em 82 componentes dos produtos lançados em 2018. Para demonstrar ainda mais nosso engajamento, passamos a fazer parte do Compromisso Global por uma Nova Economia do Plástico, da Ellen MacArthur Foundation.

Como aproveitar ao máximo a bateria de meu produto Apple?

Você pode aprender como a bateria é recarregada e como potencializar seu desempenho em www.apple.com/br/batteries/maximizing-performance.

Quando e como devo substituir a bateria do meu aparelho Apple?

Você pode saber mais sobre como manter e reciclar sua bateria em www.apple.com/br/batteries/service-and-recycling.

A Apple oferece reciclagem?

Sim. O programa Apple Renew permite reciclar qualquer dispositivo Apple em uma Apple Store e online. Garantimos que o produto seja reciclado de maneira responsável ou ganhe um novo uso. Alguns dispositivos Apple, além de smartphones e PCs de outras marcas, podem se qualificar para nosso programa de troca em uma Apple Store e online. Você pode retornar qualquer dispositivo Apple a uma Apple Store para que ele seja reciclado sem custo ou acessar www.apple.com/br/recycling para obter mais informações sobre nossos serviços de reciclagem. Nos Estados Unidos e no Canadá, a Apple também oferece reciclagem gratuita de embalagens para clientes empresariais, institucionais e de educação, mediante solicitação. Entre em contato com um representante comercial da Apple para obter mais informações.

Acesse www.apple.com/br/recycling para saber mais sobre nossos serviços de reciclagem.

A Apple estabelece normas de proteção ambiental e de direitos dos trabalhadores em sua cadeia de fornecedores?

O Código de Conduta dos Fornecedores da Apple estabelece padrões elevados sobre direitos humanos, trabalhistas, de saúde, segurança e proteção ambiental que nossos fornecedores devem seguir. Exigimos que todos os fornecedores parceiros da Apple concordem em adotar nossos padrões e o nosso Código de Conduta. Para garantir a conformidade, aplicamos um processo de avaliação rigoroso com mais de 500 itens. Quando identificamos uma infração ao código, estabelecemos parcerias com os fornecedores para ajudar a melhorar seus processos e atender aos nossos padrões. Acesse a página sobre Responsabilidade dos Fornecedores para saber mais.

A Apple trabalha com ONGs ambientais ou outros parceiros?

Trabalhamos com muitos parceiros. Combatemos a mudança climática em colaboração com organizações como Advanced Energy Economy (AEE), RE100 e We Mean Business. A Fundação Ellen MacArthur e a Aluminum Stewardship Initiative apoiam nossos esforços para criar cadeias de fornecimento com uso cíclico de materiais. Também fazemos parte da Clean Electronics Production Network da Green America e do Green Chemistry and Commerce Council (GC3). Para obter mais informações sobre nossas parcerias, leia o Relatório de Responsabilidade Ambiental de 2019 (PDF).