ATUALIZAÇÃO Novembro 30, 2017

Apple e (RED) celebram um ano recorde de doações

Compras por consumidores chegam a 144 milhões de dias de medicamentos que salvam vidas

A Embaixadora da (RED), Constance Mudenda e sua filha Lubona, que nasceu livre do vírus da AIDS em 2012.
Desde sua criação em 2006, (RED) vem trabalhando incansavelmente no auxílio de mais de 37 milhões de pessoas vivendo com o HIV no mundo inteiro. Neste Dia Mundial da AIDS, a Apple celebra um ano recorde de doações com mais de US$ 30 milhões angariados para o Global Fund [Fundo Mundial], o que significa 144 milhões de dias de medicamentos ARV para prevenir a transmissão do vírus da AIDS de mães para seus bebês nascituros. Durante mais de 11 anos, os consumidores da Apple ajudaram a prover o equivalente a mais de 475 milhões de dias de medicamentos que salvam vidas.  
“A conexão através de nossos produtos e serviços torna mais fácil para nossos consumidores participarem de nossos esforços para criar a primeira geração livre da AIDS”, declarou Lisa Jackson, Vice Presidente de Iniciativas Ambientais, Políticas e Sociais da Apple. “Por meio do trabalho com a (RED) para acabar com a transmissão do vírus da AIDS de mães para seus filhos nascituros, já estamos observando um impacto significativo em áreas onde a assistência é mais necessária. Nosso compromisso é continuar com essa luta e dar poder a gerações futuras através desses esforços vitais.”
A Apple contribuiu com mais de US$ 160 milhões para o Global Fund nos últimos 11 anos.
A (RED) celebra um incrível marco, levantando até agora mais de US$ 500 milhões para o Global Fund desde a criação dessa organização. Esses fundos financiam os programas do Global Fund oferecendo prevenção, teste, tratamento, aconselhamento e cuidados médicos em áreas onde a necessidade é mais premente.
“O compromisso da Apple na luta contra a AIDS é sem paralelo. Não se trata apenas da impressionante soma de US$160 milhões angariada para o Global Fund que impactou muitos milhões de vidas, mas sim sua capacidade de gerar interesse, conscientização, energia e foco para manter essa questão no centro das atenções”, declarou Deb Dugan, CEO da (RED). “O seu incansável apoio não pode ser subestimado e agradecemos a cada um dos funcionários da Apple por ajudar a (RED) a atingir esse marco de meio bilhão de dólares entregues para auxiliar na erradicação dessa doença.”
No Dia Mundial da AIDS, os clientes da App Store poderão ver um takeover da página ao redor do mundo.
Hoje, 20,9 milhões de pessoas têm acesso a medicamentos que salvam vidas, comparado com 19,5 milhões no final de 2016 e 700.000 em 2000. A percentagem de mulheres grávidas vivendo com HIV e recebendo tratamento também teve um aumento dramático: 76% em 2016, comparado com 47% em 2010. Em 2005, 1.200 bebês nasciam diariamente infectados com HIV. Hoje esse número baixou para 400, e as previsões da  UNAIDS são de que esse número deverá chegar perto de zero até o ano 2020, com o mundo no rumo certo para exterminar a AIDS até o ano 2030.
Para aproveitar o poder coletivo dos consumidores da Apple no World AIDS Day 2017, mais de 400 lojas da Apple irão mostrar a logomarca da Apple na cor vermelha por uma semana e, para cada transação usando o Apple Pay em um estabelecimento comercial, online ou, in-app, a Apple doará US$ 1,00 ao Global Fund. Os usuários da Apple Store no mundo inteiro deverão ver um takeover da página com histórias dedicadas à causa, incluindo cenas de bastidores sobre como os desenvolvedores estão dando apoio à (RED). O desenvolvedor de jogos King também está lançando pacotes de edição limitada dos seus títulos mais populares — Candy Crush Saga, Candy Crush Jelly Saga e Candy Crush Soda Saga — com todos os lucros das compras in-app revertendo em benefício do Global Fund.

Mídia

Imagens da parceria da Apple com a (RED)

Contatos de Imprensa

Erica Souza

Apple

erica_souza@apple.com

+55 (11) 5503-1502

Apple Media Helpline

media.help@apple.com

(408) 972-2042