PRESS RELEASE Janeiro 17, 2018

Apple acelera os investimentos e a geração de empregos nos EUA

Contribuição com a economia dos EUA será de US$ 350 bilhões ao longo dos próximos cinco anos

Funcionário de empresa de fabricação de metais corta material para a construção do data center da Apple em Reno, Nevada.
Cupertino, Califórnia — A Apple anunciou hoje um novo conjunto de investimentos como parte de seu compromisso de contribuição com a economia e a geração de novos empregos nos Estados Unidos, com foco em três áreas sobre as quais a empresa já exerce grande impacto: geração direta de empregos pela Apple, despesas e investimentos em fornecedores e fabricantes nacionais, e incentivo à economia dos apps – criada pela Apple graças ao iPhone e à App Store – e seu rápido crescimento. A Apple já é responsável pela geração de mais de dois milhões de empregos nos Estados Unidos – direta ou indiretamente –, e pretende criar ainda mais oportunidades de emprego com as iniciativas anunciadas hoje.
Com os novos investimentos e o ritmo atual de despesas da Apple em fornecedores e fabricantes nacionais (com valores estimados em US$ 55 bilhões para 2018), a previsão de contribuição direta da empresa com a economia norte-americana é de US$ 350 bilhões nos próximos cinco anos, sem incluir o pagamento dos impostos atuais, os impostos gerados pelos pagamentos de salários de funcionários e pelas vendas de produtos.
Planos de dispêndios de capital nos Estados Unidos, investimentos em fabricação nacional ao longo dos próximos cinco anos e valor recorde de arrecadação de impostos mediante repatriação de lucros de capital estrangeiro serão responsáveis por uma contribuição direta de aproximadamente US$ 75 bilhões pela Apple.
“A Apple é uma história de sucesso que só poderia ter acontecido nos Estados Unidos, e temos muito orgulho de dar continuidade ao nosso longo histórico de contribuição com a economia norte-americana”, afirmou Tim Cook, CEO da Apple. “Acreditamos com toda força no poder da inventividade dos norte-americanos, e estamos concentrando nossos investimentos em áreas nas quais podemos exercer um impacto direto na geração de empregos e preparação de profissionais. Nosso grande senso de responsabilidade nos incentiva a retribuir ao nosso país e ao povo que nos ajudou a alcançar o sucesso.”
A Apple, responsável pela maior parte da arrecadação de impostos dos Estados Unidos atualmente, prevê pagamentos de impostos de repatriação de lucros de aproximadamente US$ 38 bilhões, conforme exigido pelas recentes mudanças nas leis tributárias. Essa é uma quantia extraordinária e sem precedentes.
A Apple vai investir um valor previsto em US$ 55 bilhões de dólares em fornecedores e fabricantes nacionais em 2018.

Expansão das operações da Apple nos EUA

A Apple prevê um investimento superior a US$ 30 bilhões em dispêndios de capital nos Estados Unidos nos próximos cinco anos e a criação de mais de 20.000 vagas de emprego em contratações para seus campi existentes e para um novo campus. A Apple emprega atualmente 84.000 pessoas nos 50 estados dos EUA.
A empresa planeja construir um campus em um novo local, inicialmente para fins de suporte técnico para clientes. O local das novas instalações será anunciado ainda este ano.
Mais de US$ 10 bilhões do capital da Apple serão investidos em data centers em todo o país (EUA). Durante os últimos dez anos, a Apple investiu bilhões de dólares em data centers e instalações compartilhadas em 7 estados dos Estados Unidos, incluindo Carolina do Norte, Oregon, Nevada, Arizona e, recentemente, um novo projeto anunciado em Iowa.
Atualmente, a Apple está dando início às obras de um novo campus no centro da cidade de Reno, para auxiliar as operações das instalações existentes em Nevada.
Todas as instalações da Apple nos EUA, incluindo escritórios, lojas e data centers, funcionam com energia de fontes 100% renováveis – como energia solar, eólica e hidrelétrica de fontes naturais – gerada ou adquirida pela Apple de projetos locais. O novo campus anunciado hoje funcionará com fontes de energia totalmente ecológicas.

Investimento da Apple em parcerias nacionais de fabricação e fornecimento

Funcionários de uma empresa no Texas, responsável pela fabricação de lasers de cavidade vertical e emissão superficial (VCSELs), que possibilitam o uso de funções como Face ID, Animoji, entre outras no iPhone X.
Para dar continuidade ao sucesso do “Advanced Manufacturing Fund”, anunciado no ano passado, a Apple está ampliando o valor do fundo de US$ 1 para US$ 5 bilhões. O fundo foi criado em suporte a inovações por parte de fabricantes dos EUA e ajudar a estabelecer nossa presença no mercado norte-americano. O fundo já contribui com projetos de fabricantes líderes de mercado em Kentucky e na zona rural do Texas.
A Apple trabalha com mais de 9.000 fornecedores dos Estados Unidos — de pequeno e grande porte em todos os estados do país —, e cada um dos principais produtos da empresa depende de materiais fabricados nos Estados Unidos ou por empresas com fábricas estabelecidas no país.

Preparando estudantes para a economia dos apps

Estudantes aprendem a programar com o Swift, uma linguagem de programação simples e intuitiva de código aberto para a criação de apps para iOS, macOS, watchOS e tvOS.
A Apple, com seu histórico de 40 anos de incentivo à educação, também planeja acelerar seus esforços no ensino de programação em todo o país (EUA), além de criar cursos voltados para Ciências, Tecnologia, Artes e Matemática (STEAM, na sigla em inglês).
A economia dos apps para iOS gerou mais de 1,6 milhão de empregos nos Estados Unidos e US$ 5 bilhões em receitas para desenvolvedores de apps norte-americanos. Com a maior demanda por habilidades em programação de todos os tempos, atualmente há mais de 500.000 vagas relacionadas a programação disponíveis no país, e a Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos prevê que, até 2020, o país terá mais de 1,4 milhão de vagas relacionadas a desenvolvimento de software disponíveis e sem profissionais qualificados para preenchê-las.1
Para solucionar essa questão de falta de profissionais qualificados em programação e ajudar a preparar mais pessoas para vagas na área de desenvolvimento de software, a Apple criou uma linguagem de programação poderosa e fácil de aprender chamada Swift, o app gratuito Swift Playgrounds e cursos gratuitos de “Desenvolvimento de apps com Swift”, disponíveis para todos, recursos estes que estão sendo usados por milhões de estudantes em escolas de ensino regular, cursos de férias e faculdades em todo o país. Mais de 100.000 alunos e professores já tiveram a oportunidade de participar de cursos nas lojas da Apple.
A Apple pretende expandir essas iniciativas e acrescentar novos cursos para ajudar professores, além de ampliar o treinamento de professores. A empresa também está ampliando os investimentos no programa ConnectED, para que alunos de comunidades com escassez de recursos possam aprender a programar e tenham a oportunidade de se beneficiar da tecnologia na sala de aula.

Mídia

Imagens dos investimentos da Apple nos EUA

    1 De acordo com o site code.org, atualmente há 503.338 vagas de emprego disponíveis em todo o país (EUA).

    Este comunicado à imprensa contém declarações prospectivas em conformidade com Lei da Reforma de Contencioso de Valores Mobiliários Privados (Private Securities Litigation Reform Act) de 1995, incluindo, sem limitação, aquelas referentes às estimativas de receitas da empresa, margem bruta, despesas operacionais, outras receitas/ (despesas) e alíquota de imposto de renda. Estas declarações envolvem riscos e incertezas e os resultados reais podem diferir. Mais informações sobre fatores que possam afetar os resultados financeiros da Apple são incluídas, de tempos em tempos, nas seções “Fatores de Risco” e “Discussões e Análises da Administração de Condições Financeiras e Resultados de Operações” dos relatórios públicos da empresa protocolados na SEC [Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos], incluindo os formulários periódicos Formulário 10-K e 10-Q, e formulários subsequentes a serem submetidos à SEC. A Apple não assume qualquer obrigação de atualizar quaisquer declarações ou informações prospectivas, que entram em vigor em suas respectivas datas.

Contato de imprensa

Erica Souza

Apple

erica_souza@apple.com

+55 (11) 5503-1502

Apple Media Helpline

media.help@apple.com

(408) 972-2042