ALERTA À IMPRENSA Janeiro 31, 2017

Apple reporta resultados financeiros recordes no primeiro trimestre

iPhone, Serviços, Mac e Apple Watch registram recordes históricos

CUPERTINO, Califórnia, EUA  — 31 de janeiro de 2017 — A Apple® anunciou hoje os resultados do primeiro trimestre do ano fiscal de 2017, encerrado em 31 de dezembro de 2016. A empresa registrou um recorde histórico de receita trimestral de US$ 78,4 bilhões, ou US$ 3,36 por ação diluída. Esses resultados se comparam com a receita de US$ 75,9 bilhões, ou US$ 3,28 por ação diluída do mesmo trimestre do ano passado. As vendas internacionais representaram 64% da receita do trimestre.

“É com muito entusiasmo que comunicamos que a Apple alcançou os melhores resultados de todos os tempos no trimestre passado, quebrando recordes por todos os lados. Batemos o recorde de vendas do iPhone e alcançamos recordes históricos de receita com iPhone, Serviços, Mac e Apple Watch”, declarou Tim Cook, CEO da Apple. “As receitas da área de Serviços cresceram a todo vapor no ano passado graças ao recorde de atividades do cliente na App Store, e estamos muito satisfeitos com todas as nossas linhas de produtos disponíveis”.

“Um resultado comercial sem precedentes nos proporcionou recordes históricos de lucro por ação, e mais de US$ 27 bilhões de fluxo de caixa operacional” afirmou Luca Maestri, CFO da Apple.“Distribuímos aproximadamente US$ 15 bilhões aos nossos investidores por meio de recompra de ações e dividendos durante o trimestre, completando mais de US$ 200 bilhões em nosso programa de retorno de capital.”

A Apple apresenta para o segundo trimestre do ano fiscal de 2017:
• receita entre US$ 51,5 e US$ 53,5 bilhões
• margem bruta entre 38 e 39%
despesas operacionais entre US$ 6,5 e $6,6 bilhões
• outras rendas/(despesas) de US$ 400 milhões
• taxa de imposto de 26%

A diretoria da Apple declarou dividendos de US$ 0,57 por ação sobre as ações ordinárias da empresa. Os dividendos serão pagos em 16 de fevereiro de 2017 aos acionistas registrados até o final do expediente do dia 13 de fevereiro de 2017.

A Apple transmitiu ao vivo a conferência telefônica de participação dos resultados financeiros do primeiro trimestre do ano fiscal de 2017 às 20h do horário de Brasília no dia 31 de janeiro de 2017 pelo site www.apple.com/investor/earnings-call/. Essa transmissão online permanecerá disponível para visualização por aproximadamente duas semanas após a conferência telefônica.

Este comunicado à imprensa contém declarações prospectivas, incluindo, sem limitação, aquelas sobre as estimativas de receitas da empresa, margem bruta, despesas operacionais, outras receitas/ (despesas) e alíquota de imposto de renda. Estas declarações envolvem riscos e incertezas e os resultados reais podem diferir. Riscos e incertezas incluem, sem limitação, o efeito de fatores competitivos e econômicos, bem como a reação da empresa a esses fatores, das decisões de compra dos consumidores e das empresas, com respeito aos produtos da empresa; pressões competitivas continuadas no mercado; a capacidade da empresa de prover o mercado e estimular a demanda do consumidor por novos programas, produtos e inovações tecnológicas, em tempo hábil; o efeito que o lançamento e transições de produtos, mudanças no preço ou mix de produtos e/ou aumentos nos custos de componentes podem ter na margem bruta da empresa; o risco de inventário associado à necessidade da empresa de fazer pedidos ou se comprometer a fazer pedidos de componentes, de forma antecipada, para atender os pedidos dos consumidores; a disponibilidade contínua, em termos aceitáveis, ou de qualquer modo, de certos componentes e serviços essenciais para os negócios da empresa, atualmente obtidos pela empresa de fontes únicas ou limitadas; o efeito que a dependência da empresa em serviços de fabricação ou de logística, fornecidos por terceiros, pode ter na qualidade, quantidade ou custo dos produtos manufaturados ou serviços prestados; riscos associados às operações internacionais da empresa; a dependência da empresa de propriedade intelectual e conteúdo digital de terceiros; o possível impacto de uma descoberta de que a empresa pode ter violado direitos de propriedade intelectual de outros; a dependência da empresa do desempenho de distribuidoras, transportadoras e outras revendas de produtos da empresa; o efeito que problemas de qualidade de produtos e serviços pode ter nas vendas da empresa e nos lucros operacionais; o serviço contínuo e a disponibilidade de executivos e empregados essenciais; guerra, terrorismo, problemas de saúde pública, desastres naturais e outras circunstâncias que podem interromper o suprimento, a entrega ou a demanda de produtos; e resultados desfavoráveis de outros procedimentos legais. Mais informações sobre fatores potenciais, que podem afetar os resultados financeiros da empresa, são incluídas, de tempos em tempos, nas seções “Fatores de Risco” e “Discussões e Análises da Administração de Condições Financeiras e Resultados de Operações” dos relatórios públicos da empresa protocolados na SEC [Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos], incluindo o Formulário 10-K para o ano fiscal encerrado em 26 de setembro de 2015, e o Formulário 10-Q para o trimestre encerrado em 26 de dezembro de 2015, a serem submetidos à SEC. A empresa não assume qualquer obrigação de atualizar quaisquer declarações ou informações prospectivas, que entram em vigor em suas respectivas datas.

A Apple revolucionou a tecnologia pessoal com a introdução do Macintosh em 1984. Atualmente, a Apple é líder mundial em inovação com o iPhone, iPad, Mac, Apple Watch e a Apple TV. As quatro plataformas de software da Apple — iOS, OS X, watchOS e tvOS oferecem experiência contínua através de todos os produtos Apple e capacita os usuários através de serviços revolucionários, que incluem App Store, Apple Music, Apple Pay e iCloud. Os 100.000 funcionários da Apple dedicam-se em fazer os melhores produtos do planeta e a deixarem o mundo melhor do que encontraram. 
 
Contatos de Imprensa:
Erica Souza
Apple
+55 (11) 5503-1502
erica_souza@apple.com


    A Apple, o logotipo da Apple são marcas comerciais da Apple. Outros nomes de companhias e de produtos podem ser marcas comerciais de seus respectivos proprietários.