PRESS RELEASE Junho 22, 2020

Apple anuncia a transição do Mac para o Apple Silicon

Os desenvolvedores podem começar a criar apps hoje mesmo, e o primeiro sistema será lançado no final do ano, iniciando uma transição que vai durar dois anos

Cupertino, Califórnia – Em um dia histórico para o Mac, a Apple anunciou hoje que fará a transição para seu chip personalizado de alto nível para oferecer o melhor desempenho do setor e trazer novas tecnologias poderosas. Os desenvolvedores já podem começar a atualizar seus apps para aproveitar os recursos avançados do Apple Silicon no Mac. Essa transição também vai estabelecer uma arquitetura comum em todos os produtos Apple. Assim, ficará muito mais fácil para os desenvolvedores criar e otimizar seus apps para todo o ecossistema. 
A Apple também apresentou hoje o macOS Big Sur, a próxima versão do macOS, que traz a maior atualização em mais de 10 anos e inclui tecnologias que vão garantir uma transição natural e consistente para o Apple Silicon. Os desenvolvedores podem converter facilmente os apps existentes para rodar no Apple Silicon, aproveitando toda a potência de sua tecnologia e desempenho. E, pela primeira vez, eles podem disponibilizar seus apps para iOS e iPadOS no Mac sem nenhuma modificação.
Para ajudar os desenvolvedores a começar a criar com o Apple Silicon, a Apple também lançará o Universal App Quick Start Program, que fornece acesso a documentação, suporte a fóruns, versões beta do macOS Big Sur e do Xcode 12 e o uso limitado de um Developer Transition Kit (DTK), que é um sistema de desenvolvimento para Mac baseado no SoC (System on a Chip) do A12Z Bionic da Apple.
A Apple planeja disponibilizar o primeiro Mac com Apple Silicon até o final do ano e concluir a transição em aproximadamente dois anos. A Apple vai continuar a dar suporte e lançar novas versões do macOS para computadores Mac com chip Intel nos próximos anos e tem mais novidades ainda em desenvolvimento com a Intel. A transição para o Apple Silicon representa o maior salto de todos os tempos para o Mac.
“Desde o início, o Mac sempre implementou grandes mudanças para permanecer na vanguarda da computação pessoal. Hoje anunciamos nossa transição para o Apple Silicon, tornando este um dia histórico para o Mac”, disse Tim Cook, CEO da Apple. “Com os poderosos recursos e o melhor desempenho do setor, o Apple Silicon vai deixar o Mac mais forte e mais capaz do que nunca. Nunca estive tão empolgado com o futuro do Mac.”

Família de SoCs do Mac para oferecer novos e poderosos recursos e o melhor desempenho da classe

Por mais de 10 anos, a equipe de design de chips de alto nível da Apple vem construindo e refinando os SoCs da Apple. O resultado é uma arquitetura escalável projetada para iPhone,  iPad e Apple Watch, que é líder do setor em recursos exclusivos e desempenho por watt e torna cada um deles o melhor de sua categoria. Com base nessa arquitetura, a Apple está criando uma família de SoCs para o Mac. Como resultado, o Mac terá o desempenho por watt líder da indústria e GPUs de melhor performance, permitindo que os desenvolvedores criem apps profissionais e jogos de última geração ainda mais poderosos. E o acesso a tecnologias, como o Neural Engine, fará do Mac uma plataforma incrível para que os desenvolvedores usem o aprendizado de máquina. Isso também vai criar uma arquitetura comum em todos os produtos Apple, deixando muito mais fácil para os desenvolvedores criar e otimizar software para todo o ecossistema da Apple.

O macOS Big Sur permite a transição para o Apple Silicon

No macOS Big Sur, a Apple oferece uma variedade de tecnologias para possibilitar uma transição fácil e consistente para o Apple Silicon. Com tudo integrado ao Xcode 12, como compiladores nativos, editores e ferramentas de depuração, a maioria dos desenvolvedores conseguirá finalizar seus apps em questão de dias. Usando os binários de apps Universal 2, os desenvolvedores poderão criar facilmente um único app que explora a potência e o desempenho nativos dos novos computadores Mac com o Apple Silicon, mantendo a compatibilidade com aqueles baseados em Intel. Com a tecnologia de tradução do Rosetta 2, os usuários poderão executar apps existentes do Mac que ainda não foram atualizados, incluindo os que tenham plugins. A tecnologia Virtualization permite aos usuários executar o Linux. E os desenvolvedores também podem disponibilizar seus apps para iOS e iPadOS no Mac sem nenhuma modificação.

O Quick Start Program permite que os desenvolvedores comecem a criar hoje

Os membros do Apple Developer Program podem começar a migrar seus apps para o Apple Silicon hoje mesmo. Basta se registrar no Universal App Quick Start Program. O programa dá acesso à documentação, suporte a fóruns, versões beta do macOS Big Sur e Xcode 12 e inclui o uso limitado de um DTK, que permite aos desenvolvedores criar e testar seus apps Universal 2. O DTK, que deve ser devolvido à Apple ao final do programa, consiste em um Mac mini com SoC (System on a Chip) do A12Z Bionic da Apple e especificações de desktop, incluindo 16 GB de memória, SSD de 512 GB e uma diversas portas de conexão do Mac. Os desenvolvedores podem se inscrever no programa em developer.apple.com, e o custo total é de US$ 500.
Compartilhar o artigo

Imagens do software de desenvolvedor

Contatos de imprensa

Erica Souza

Apple

erica_souza@apple.com

+55 (11) 5503-1502

Apple Media Helpline

media.help@apple.com

(408) 972-2042