Proteger seus dados é um compromisso.

A privacidade está em tudo o que fazemos, desde o começo. Nossos produtos e recursos vêm com tecnologias e mecanismos de privacidade inovadores desenvolvidos para reduzir a quantidade de dados a que nós ou qualquer pessoa tem acesso. E recursos de segurança poderosos ajudam a evitar que alguém além de você consiga acessar suas informações. Estamos sempre buscando novas formas de manter suas informações pessoais seguras.

Safari

O Safari é um navegador que tem recursos avançados para ajudar a proteger sua privacidade. Ele defende você de rastreadores entre sites e reduz a quantidade de dados que são transmitidos a terceiros.

Ler nosso documento sobre a privacidade no Safari (PDF)

Antirrastreamento

Já reparou que, depois de pesquisar um produto para comprar online, ele começa a aparecer em todos os sites que você visita? Isso acontece quando cookies e outros dados do site são rastreados por terceiros para exibir anúncios em várias páginas da internet. O recurso de Antirrastreamento usa o mais moderno aprendizado de máquina e a inteligência do aparelho para combater esse monitoramento entre páginas. Ele identifica o conteúdo usado por terceiros para rastrear você e separa isso de outros dados de navegação. Assim, o que você acessa online é só da sua conta, e não dos anunciantes. O Antirrastreamento é definido como padrão e você não precisa mudar as configurações para ter esta proteção.

Antirrastreamento de widgets de redes sociais

Widgets de redes sociais integrados em sites, como botões para curtir e compartilhar ou campos para comentários, podem ser usados para rastreamento mesmo se você não clicar neles. O Safari bloqueia o rastreamento automaticamente e evita que os widgets acessem sua identidade, a não ser que você dê permissão.

Proteção contra rastreamento digital

O Safari tem recursos para evitar que anunciantes e sites usem a combinação de características únicas do seu aparelho para criar uma “impressão digital” que permita o rastreamento. Essas características incluem as configurações do aparelho e do navegador, além de fontes e plugins instalados. O Safari combate essa tentativa de identificação apresentando uma versão simplificada das configurações do sistema que faz com que mais aparelhos pareçam idênticos aos rastreadores, dificultando determinar qual é o seu. Essa configuração é definida como padrão, então você não precisa se preocupar com isso.

Navegação privada

Quando você ativa a Navegação Privada, o Safari não adiciona os sites que você visita ao seu histórico, não memoriza suas buscas nem salva informações dos formulários que você preenche online. Você também pode usar bloqueadores de conteúdo para controlar o que é carregado no seu navegador e impedir que alguém tente rastrear suas atividades em um ou mais sites. O suporte a bloqueadores de conteúdo não deixa os desenvolvedores saberem o que você acessa.

Buscar

Com o campo de Busca Inteligente no Safari, você digita nomes e endereços de sites e faz buscas em um só lugar. O Safari reduz a quantidade de dados enviados a ferramentas de buscas de terceiros. Por exemplo, ele não compartilha cookies ou sua localização precisa, o que pode acontecer se você fizer buscas por outros meios. No Safari, você também tem a opção de definir o DuckDuckGo, um buscador que não rastreia os usuários, como mecanismo de busca padrão para fazer suas pesquisas na internet.

Mapas

Criamos recursos personalizados usando os dados do seu aparelho. Os dados que são enviados do seu aparelho para o serviço do Mapas ficam associados a identificadores aleatórios para que a Apple não tenha um perfil dos seus itinerários e pesquisas.

Recursos personalizados

Recursos úteis, como encontrar seu carro no estacionamento, são criados usando os dados no seu aparelho. Isso ajuda a reduzir a quantidade de dados que são enviados aos servidores da Apple.

Criptografia de ponta a ponta

Com a criptografia de ponta a ponta, o Mapas mantém seus dados pessoais sincronizados em todos os aparelhos. A Apple não consegue ler seus Locais Importantes e coleções nem ver sua localização quando você compartilha seu horário previsto de chegada com outros usuários do Mapas.

Identificadores aleatórios

Não é necessário iniciar uma sessão para usar o Mapas. Por isso, os dados coletados pelo app são associados a identificadores aleatórios e não ao seu ID Apple. Esses identificadores são reiniciados durante o uso do app para garantir a melhor experiência possível e ajudar a melhorar o Mapas.

Envio de dados de localização aleatórios

Quando você faz uma busca, o Mapas tem recursos para ocultar sua localização nos servidores da Apple, usando um processo com dados aleatórios chamado “fuzzing”. Como sua localização pode revelar sua identidade, o Mapas converte a localização precisa de onde a pesquisa foi feita para uma menos exata depois de 24 horas. A Apple não armazena um histórico das suas buscas nem dos lugares a que você foi.

Fotos

O reconhecimento facial e a detecção de cena ou objeto são totalmente processados no seu aparelho, e não na nuvem. A Apple não sabe o conteúdo das suas fotos, e os apps só podem ter acesso a elas com sua permissão.

Ler nosso relatório técnico do app Fotos (PDF)

Memórias e Sugestões de Compartilhamento

Os recursos Memórias e Sugestões de Compartilhamento no app Fotos usam a inteligência do aparelho para analisar e organizar suas fotos por rostos, lugares e outras definições, o que ajuda você a encontrar qualquer uma com facilidade. Como isso acontece no seu aparelho, a Apple não sabe quem ou o que está nas suas fotos.

Fotos do iCloud

Faça backup da sua fototeca para o Fotos do iCloud e todas elas ficam protegidas com criptografia nos nossos servidores. Com o recurso habilitado, você pode compartilhar dados de fotos, como localização ou álbuns organizados por lugares, entre seus aparelhos. A análise é feita no aparelho e o reconhecimento facial e a detecção de cenas ou de objetos não são sincronizados ou compartilhados com a Apple. Mesmo que você decida desativar esse recurso, ainda poderá usar a análise no aparelho.

Controles de compartilhamento

Com o macOS, iOS e iPadOS, você decide se quer incluir localização, histórico de edição e dados de profundidade de uma foto quando compartilha em um app ou envia para um amigo.

Apps de terceiros

Alguns apps podem pedir permissão de acesso para apenas uma foto, em vez de todas. Além disso, apps que precisem somente adicionar uma imagem à sua biblioteca do Fotos podem solicitar autorização apenas para essa ação específica, sem conseguir ver nada além. Mas você também pode autorizar um app a ter acesso total às suas fotos. A decisão é sua.

iMessage e FaceTime

Suas conversas no Mensagens e no FaceTime são criptografadas de ponta a ponta e não podem ser lidas enquanto são enviadas entre os aparelhos.

Criptografia de ponta a ponta

A criptografia de ponta a ponta protege suas conversas do iMessage e FaceTime em todos os seus aparelhos. O watchOS, iOS e iPadOS também criptografam mensagens no próprio aparelho para que elas não possam ser acessadas sem sua senha. O iMessage e o FaceTime foram criados de forma que a Apple não consiga ler suas mensagens enquanto são enviadas entre os aparelhos. Você pode optar por ter suas mensagens excluídas automaticamente depois de 30 dias, um ano ou deixar que elas fiquem no aparelho por tempo indeterminado.

FaceTime

A Apple não armazena suas chamadas FaceTime ou FaceTime em Grupo nos servidores. E, enquanto as chamadas estão ativas, elas são protegidas por criptografia de ponta a ponta.

Apps para o iMessage

Os apps para o iMessage não têm acesso às informações dos contatos ou às conversas dos participantes e você pode compartilhar adesivos, músicas e muito mais sem sair do Mensagens. O iOS e o iPadOS atribuem um identificador aleatório a cada app de cada participante. E tudo é apagado quando o app é desinstalado.

Backup do iCloud

O backup do iCloud salva cópias das suas mensagens do iMessage e SMS, caso você precise delas. Esse recurso pode ser desativado quando quiser. E suas chamadas FaceTime não são armazenadas em nenhum servidor da Apple.

Siri

A Siri foi desenvolvida para aprender o máximo que puder offline, direto do aparelho. Pedidos e buscas são associados a um identificador aleatório, formado por uma longa sequência de letras e números, e não ao seu ID Apple.

Sugestões no aparelho

Quando você pede para a Siri ler algo ou fazer uma busca, todas as suas informações pessoais ficam no aparelho e não vão para os servidores da Apple. Seja uma busca simples no Notas e no Mensagens ou quando ela dá várias sugestões no Mapas.

Identificadores aleatórios

A Apple tenta realizar a maior parte das tarefas no seu aparelho. Mas, quando você usa certos recursos, como dizer um comando para a Siri ou fazer uma pesquisa no Spotlight ou Safari, os servidores da Apple precisam enviar dados em tempo real. Quando enviamos informações a um servidor, protegemos sua privacidade usando identificadores aleatórios, e não o seu ID Apple. Informações como sua localização podem ser enviadas à Apple para melhorar a precisão das respostas. Você pode desabilitar os Serviços de Localização a qualquer momento.

Processamento no aparelho

Mesmo quando as solicitações chegam aos servidores da Apple, mantemos o máximo das suas informações pessoais no aparelho. Por exemplo, quando você pede para a Siri ler uma das suas mensagens, ela faz isso sem enviar a mensagem aos nossos servidores.

Siri e Ditado

Quanto mais você usa o Ditado e a Siri, melhor eles funcionam e entendem seus pedidos. Para ajudar a Siri e o Ditado a reconhecer sua pronúncia e dar respostas melhores, certas informações, como nomes dos seus contatos, músicas, livros e podcasts que você gosta, são enviados aos servidores da Apple usando protocolos criptografados. O Ditado e a Siri não associam essas informações ao seu ID Apple, mas a um identificador aleatório gerado no aparelho. Para redefinir esse identificador, você só precisa desativar e ativar novamente a Siri e o Ditado. Depois disso, seu relacionamento com essas funções recomeçará do zero. Quando você desativa a Siri e o Ditado, a Apple apaga os dados da Siri associados ao seu identificador, incluindo seu histórico de solicitações. E o processo de aprendizagem recomeça.

Aprimoramento da Siri e do Ditado

A Apple tem como padrão não manter áudios gravados das interações com o Ditado e a Siri. As transcrições geradas no computador são usadas para melhorar esses recursos. Você pode optar por ajudar no aprimoramento da Siri, permitindo que a Apple armazene e revise os áudios das suas interações com o Ditado e a Siri. Mas, se quiser, pode mudar sua opção a qualquer momento. As amostras de áudio ficam associadas a um identificador aleatório, e não ao seu ID Apple. A qualquer momento, você também pode apagar dos servidores da Apple todas as solicitações à Siri e ao Ditado, incluindo gravações de áudio e transcrições geradas no computador, associadas ao identificador aleatório. Solicitações com mais de seis meses e a pequena quantidade de amostras que foram revisadas não podem ser apagadas porque não estão mais associadas ao identificador aleatório.

Saiba mais sobre o recurso Pedir à Siri e privacidade

Apple Pay

Quando você usa um cartão de crédito ou débito, a Apple não sabe o que você comprou, onde comprou nem quanto custou.

Número de Conta de Aparelho

Quando você adiciona um cartão de crédito, débito ou voucher ao Apple Pay, seu aparelho envia os dados do cartão e outras informações sobre sua conta e aparelho para a operadora do seu cartão de forma segura. Os números dos cartões nunca são armazenados no aparelho nem nos servidores da Apple. Em vez disso, um Número de Conta de Aparelho é criado, criptografado de forma que a Apple não possa decifrar e armazenado no Elemento Seguro do seu aparelho. O Número de Conta de Aparelho no Elemento Seguro fica isolado do seu sistema operacional e não é armazenado nos servidores do Apple Pay nem nos backups do iCloud. A Apple não rastreia o que você está comprando quando usa o Apple Pay nem consegue criar um histórico de compras para gerar publicidade.

Saiba mais sobre a segurança e privacidade no Apple Pay

Transações de compras em lojas

Nas lojas, os pagamentos são processados usando o Número de Conta de Aparelho e um código de segurança dinâmico específico de cada transação. Nem a Apple nem seu aparelho compartilham o número do seu cartão de crédito ou de débito com os estabelecimentos. Quando você usa um cartão de fidelidade, a Apple exige que as informações que possam identificar você, como e-mail e número de telefone, sejam criptografadas durante o envio. As informações dos programas de recompensa também não são compartilhadas sem sua permissão.

Compras em apps e sites

Quando você faz pagamentos em um app ou site, a Apple recebe dados criptografados sobre a transação e, antes de enviar para o desenvolvedor, codifica tudo novamente usando uma chave específica que só o desenvolvedor conhece. Quando você faz pagamentos no MacBook Air usando o Touch ID ou no MacBook Pro com Touch Bar, eles são processados no Elemento Seguro, um chip certificado feito para armazenar as informações dos seus pagamentos com segurança. Nos pagamentos em outros computadores Mac, seu Mac e todos os aparelhos com iOS ou iPadOS que estiverem conectados à mesma conta do iCloud se comunicam por um canal criptografado, seja localmente ou pelos servidores da Apple. A Apple exige que todos os apps e sites que aceitam o Apple Pay tenham sua política de privacidade disponível. Assim você sabe como seus dados estão sendo usados.

Saúde

Você tem controle sobre quais informações vão para seu app Saúde e quais apps podem acessar seus dados por meio dele.

Dados criptografados

As informações que você coloca no app Saúde são suas. Você só compartilha se quiser e decide quais dados vão estar no app e quem pode acessá-los. Quando seu telefone está bloqueado por senha, Touch ID ou Face ID, todos os dados da sua saúde e exercícios ficam criptografados. Todo backup de dados do app Saúde para o iCloud é codificado tanto em trânsito como nos nossos servidores. E, se você usar as últimas versões do watchOS e iOS com a autenticação de dois fatores ativada, seus dados de saúde e atividades serão armazenados de forma que a Apple não consiga ler.

Atividades compartilhadas e eliminação de dados

Você tem a opção de compartilhar seus dados de atividades do Apple Watch com outros usuários. Se quiser parar de compartilhar, o iPhone da outra pessoa vai apagar o histórico de dados armazenado no app Atividade. Você também pode ocultar suas atividades pelo tempo que quiser.

HealthKit

Com o HealthKit, os desenvolvedores criam apps de saúde e boa forma que podem compartilhar dados com o app Saúde e entre si. Como usuário, você controla quais informações do HealthKit são compartilhadas com cada app. A Apple exige que todos os apps na App Store, incluindo os compatíveis com o HealthKit, exibam a política de privacidade para sua análise. Os apps que funcionam com o HealthKit são proibidos de usar ou divulgar dados a terceiros para criação de publicidade ou prospecção de dados. Os apps só podem compartilhar dados com a finalidade de melhorar sua saúde, boa forma ou fazer pesquisas na área com sua permissão. Se você decidir compartilhar essas informações com apps confiáveis, elas vão diretamente do HealthKit para o app e não passam pelos servidores da Apple.

ResearchKit e CareKit

O ResearchKit e o CareKit são estruturas de software de código aberto que aproveitam todos os recursos do iPhone. Com o ResearchKit, os desenvolvedores criam apps para ajudar pesquisadores na coleta de dados confiáveis para estudos. E, com o CareKit, apps que ajudem as pessoas a desempenhar um papel mais ativo no próprio bem-estar.

No ResearchKit, você escolhe de quais estudos quer participar e controla as informações que fornece para apps de pesquisa. Os apps que usam o ResearchKit e o CareKit só poderão usar dados do app Saúde se você concordar. Todo app desenvolvido usando o ResearchKit para realizar pesquisas relacionadas à saúde precisa obter a autorização dos participantes e fornecer informações sobre direitos de confidencialidade, bem como sobre compartilhamento e uso dos dados coletados.

Esses apps também precisam ser aprovados por um comitê de ética independente antes do estudo começar. Em algumas pesquisas do ResearchKit, a Apple poderá fazer parte da lista de pesquisadores e receberá dados dos participantes que concordarem em compartilhar. Isso vai nos ajudar a entender, com a comunidade científica, como nossa tecnologia pode ajudar as pessoas a cuidar da saúde. Esses dados são recebidos pela Apple sem uma identificação direta dos participantes.

Saiba mais sobre o ResearchKit e o CareKit

App Pesquisa da Apple

A plataforma de pesquisa da Apple facilita a aproximação entre pesquisadores e pessoas dispostas a promover descobertas e avanços na área da saúde. Você pode se inscrever para um ou mais estudos direto do seu iPhone. Se atender aos critérios, você poderá participar de um estudo depois de dar seu consentimento. Os dados coletados pelo app Pesquisa da Apple são criptografados, contanto que seu aparelho esteja protegido por senha. Depois de compartilhados, os dados são armazenados com segurança pela Apple em um sistema criado para atender aos requisitos técnicos de proteção estabelecidos na Lei de Portabilidade e Responsabilidade do Seguro de Saúde (HIPAA, em inglês). A Apple não terá acesso a nenhuma informação de contato ou outros dados que identifiquem você diretamente por meio do app Pesquisa. E você pode cancelar sua participação em qualquer estudo e interromper a coleta de dados quando quiser.

Melhorar Saúde e Atividade e Melhorar o Modo Cadeirante

As opções Melhorar Saúde e Atividade e Melhorar o Modo Cadeirante enviam dados do iPhone e do Apple Watch para a Apple, ajudando a aprimorar a eficácia dos nossos recursos de saúde e boa forma. Essas informações incluem dados mostrados nos apps Saúde e Atividade, medidas de movimento, quais outros apps de saúde e boa forma você instalou, sua localização aproximada e por quanto tempo você está usando o Apple Watch. Os dados não são usados para outros propósitos e não incluem informações que possam identificar você.

Serviços de Localização

Os controles de privacidade dos Serviços de Localização são ferramentas poderosas que gerenciam quais apps têm acesso à sua localização.

Ler nosso documento sobre os Serviços de Localização e privacidade (PDF)

Permissões de localização para apps

As permissões de localização ajudam a controlar os dados de localização que você envia aos apps usando controles detalhados. Você pode escolher dar acesso à sua localização a um app uma vez ou sempre que usar.

Notificações de rastreamento em segundo plano

Receba notificações quando um app usar sua localização em segundo plano. Assim, você decide se muda ou não a permissão. As notificações de rastreamento em segundo plano agora incluem um mapa que mostra os lugares em que um app usou sua localização.

Aprimoramento na privacidade das localizações por Wi-Fi e Bluetooth

As mudanças na API que vieram com o iOS 13 e iPadOS limitam os apps que podem ver os nomes de redes de Wi-Fi às quais você pode se conectar. Isso dificulta que um app determine sua localização sem seu consentimento. Para se proteger de apps que usam Bluetooth para determinar sua localização sem sua autorização, o iOS agora tem controles que obrigam apps a pedir permissão antes de acessar o Bluetooth para qualquer outro propósito além de tocar áudio. E, com os ajustes do Bluetooth, você muda os apps que têm acesso quando quiser.

Controles de localização para fotos compartilhadas

Com o macOS, iOS e iPadOS, você decide se quer incluir a localização quando compartilha uma foto em um app ou envia para um amigo.

Iniciar Sessão com a Apple

Inicie sessão em apps e sites de maneira rápida e fácil sem que sua atividade seja rastreada ou adicionada a um perfil pela Apple.

Ler nosso relatório técnico sobre o recurso Iniciar Sessão com a Apple (PDF)

Iniciar sessão sem rastreamento

Com Iniciar Sessão com a Apple, você pode acessar apps e sites com seu ID Apple. Quando você usa esse recurso, as informações que apps e sites podem pedir a você ficam restritas ao seu nome e e-mail, e a Apple não rastreia sua atividade nem cria um perfil de usuário.

Ocultar e-mail

Você pode ocultar seu e-mail se não quiser compartilhar com um determinado site ou app. Também pode deixar que a Apple crie um endereço de e-mail exclusivo que encaminhe para seu e-mail real.

Autenticação de dois fatores

O recurso Iniciar Sessão com a Apple exige que seu ID Apple seja protegido com a autenticação de dois fatores para reforçar o acesso às suas contas nos apps que você mais usa.

Entretenimento

Nossos serviços de entretenimento usam informações sobre o que você ouve, assiste e joga para ajudar a personalizar sua experiência. No entanto, a Apple não cria um perfil detalhado das suas atividades nesses serviços.

Apple Music

Para que recursos do Apple Music, como Rádio e Para Você, reflitam seu gosto musical, coletamos algumas informações sobre sua atividade no app. Veja mais detalhes em “Sobre o Apple Music e privacidade” ou durante a configuração. As músicas que você reproduz não são usadas por nenhum outro serviço para segmentar anúncios. Se não quiser guardar suas músicas nos nossos servidores, desative a opção Biblioteca de Música do iCloud. O iOS e o iPadOS colocam nas suas mãos o controle de quais apps podem acessar sua conta do Apple Music e outros detalhes dela. Com o recurso Amigos do Apple Music, você compartilha suas músicas favoritas e escolhe quais amigos podem ver seu perfil. O Apple Music só tem acesso aos contatos que você adiciona especificamente ao recurso Amigos do Apple Music, não a toda sua lista de contatos.

Saiba mais sobre o Apple Music e privacidade

Apple TV

Para oferecer recomendações personalizadas que melhorem sua experiência com a Apple TV, coletamos informações sobre suas compras, downloads e atividades no app Apple TV, inclusive o que você assiste nele, os apps conectados e sua localização. Você pode compartilhar o que está assistindo nos apps conectados, reunindo todo seu conteúdo, e tem controle do histórico de visualização usado pela Apple para elaborar recomendações personalizadas. Você pode apagar o histórico de visualização de todos os apps conectados ou fazer isso em cada app.

Saiba mais sobre o app Apple TV e privacidade

Apple Arcade

Os jogos do Apple Arcade não coletam dados pessoais ou rastreiam informações sobre como você joga sem sua permissão. Os jogos do Apple Arcade não têm publicidade e rastreamento por terceiros.

Saiba mais sobre o Apple Arcade e privacidade

App Store

Cada app na App Store deve seguir diretrizes rígidas para proteger sua privacidade e precisam pedir sua permissão antes de acessar dados como fotos ou localização.

Diretrizes para apps

Na App Store, a Apple exige que os desenvolvedores cumpram diretrizes específicas feitas para proteger a privacidade e a segurança dos usuários. Também exigimos que eles forneçam uma política de privacidade para sua análise. Quando a Apple detecta que um app não segue nossas diretrizes, solicitamos que o desenvolvedor resolva o problema. Caso contrário, o app é removido da App Store. Os apps passam por um processo de revisão antes de ficar disponíveis na App Store.

Permissões para apps

Além disso, quando um app é instalado no seu aparelho, é preciso dar permissão na primeira vez em que ele tenta acessar informações, como localização ou fotos. Essas permissões podem ser alteradas depois. Com o iOS 11 ou posterior e o iPadOS, você pode escolher compartilhar sua localização com apps só quando eles estiverem em uso. Também nos certificamos de que os apps não possam acessar determinados tipos de dados no seu aparelho. E de que não exista a possibilidade de um app pedir acesso global aos seus dados.

iCloud

O que você armazena no iCloud fica protegido por criptografia. Por padrão, os desenvolvedores de apps de terceiros que usam o CloudKit não têm acesso ao seu ID Apple.

Dados criptografados

Seu conteúdo do iCloud, como fotos, contatos e lembretes, fica criptografado ao ser transferido e enquanto permanece em nossos servidores. Os e-mails do Mail são enviados do seu aparelho para o iCloud com criptografia em trânsito e ficam armazenados com recursos de segurança feitos para proteger suas comunicações de terceiros, mas dando a você acesso fácil e rápido às suas mensagens. As informações transferidas entre qualquer app de e-mail que você use e os servidores de correio do iCloud também são criptografadas. Alguns dados pessoais, como dos apps Saúde e Casa, ficam armazenados com criptografia de ponta a ponta, que tem o maior nível de segurança de dados. Esses dados são protegidos por um código baseado em dados exclusivos do aparelho e combinado com a sua senha, que só você sabe. Ninguém mais pode acessar ou ler esses dados.

Autenticação de dois fatores

A autenticação de dois fatores dá uma camada adicional de segurança para seu ID Apple. Ela foi pensada para ajudar a garantir que você seja a única pessoa que pode ter acesso à sua conta, mesmo que alguém mais saiba sua senha. É fácil de configurar e de usar.

Saiba mais sobre a segurança do iCloud

Compartilhamento do iCloud

Com o Compartilhamento do iCloud, as identidades dos participantes são reveladas apenas para quem tiver recebido e aceitado o convite para compartilhar. Os nomes dos arquivos, assim como nome e sobrenome associados à sua conta do iCloud, são visíveis para todos com acesso ao link do compartilhamento. E isso inclui a Apple. No iOS 11 ou posterior, iPadOS e macOS High Sierra ou posterior, a criptografia de ponta a ponta no iCloud sincroniza certos tipos de dados pessoais, como seus dados do Saúde, em todos os seus aparelhos, de forma que a Apple não consiga ler ou acessar.

Acesso de terceiros

Se a Apple usar armazenamento de terceiros para seus dados, nós criptografamos e não passamos as chaves. Assim, eles não têm acesso a essas informações. As chaves da criptografia ficam em centros de dados próprios da Apple, para que você possa fazer backup, sincronizar e compartilhar seus dados. E as Chaves do iCloud armazenam suas senhas e cartões de crédito de forma que a Apple não possa ler nem acessar essas informações.

CloudKit

Com a ferramenta CloudKit, os desenvolvedores de terceiros usam o armazenamento do iCloud em seus apps. O CloudKit ajuda a manter suas preferências, ajustes e dados dos apps atualizados em todos os seus aparelhos. Os desenvolvedores usam o CloudKit para que você não precise iniciar uma sessão separadamente em cada aparelho. Por padrão, eles não têm acesso ao seu ID Apple, só a um identificador exclusivo. Mas, se você autorizar, podem usar seu e-mail para permitir que outras pessoas encontrem você no app. É você quem controla essas permissões, que podem ser ativadas e desativadas a qualquer momento. Seus dados associados ao CloudKit não são compartilhados com os desenvolvedores, a menos que você autorize de forma explícita o compartilhamento ou a publicação.

CarPlay

O CarPlay adota as mesmas medidas rigorosas de segurança que são aplicadas no seu iPhone e nos apps. E as atualizações de privacidade do iOS também são aplicadas ao CarPlay.

Redução de dados

Quando você usa o CarPlay, cada app que você vê é executado a partir do seu aparelho, e não do seu carro. Isso quer dizer que a Apple só permite que o carro acesse metadados que sejam imprescindíveis para oferecer a melhor experiência e somente quando forem essenciais para o serviço. Por exemplo, informações de músicas podem ser compartilhadas para mostrar qual você está ouvindo, e o nome do contato ou a duração da chamada podem aparecer em um painel de instrumentos ou tela HUD para você ver informações úteis.

Apps de terceiros

Os apps de áudio, mensagens, discagem por voz e navegação de terceiros funcionam no CarPlay, assim como os apps criados pelos fabricantes de veículos. Como eles são executados no seu iPhone, todas as proteções aplicadas aos apps de terceiros no iOS também se aplicam ao CarPlay. E a Apple sempre exige que esses apps tenham uma política de privacidade que você possa consultar.

Casa

O app Casa usa criptografia para proteger as informações que você transmite aos seus acessórios para HomeKit. Os apps que usam o HomeKit estão sujeitos a termos rígidos das nossas diretrizes de desenvolvimento.

Criptografia

Os dados referentes à sua casa são criptografados e armazenados no recurso Chaves do iCloud no aparelho. Também são codificados em trânsito entre seu aparelho Apple e aqueles que você controla em casa, mesmo que seja de outros locais. As gravações das câmeras de segurança que usam o Vídeo Seguro do HomeKit são analisadas de forma privada nos seus aparelhos Apple em casa. Depois, são enviadas com segurança para o iCloud por meio de criptografia de ponta a ponta.

Proteções de localização

Quando os apps realizam ações automáticas com base na sua localização, como acender as luzes de casa, essas ações são iniciadas pelo HomeKit no seu aparelho. Assim, o app não sabe onde você está. Você pode desativar o uso da sua localização sempre que quiser.

Proteções de apps

Nossas diretrizes para desenvolvedores restringem apps que usam o HomeKit, para que eles utilizem seus dados apenas para configuração e automação da casa.

Identificadores aleatórios

As solicitações que você faz à Siri dos seus aparelhos com HomeKit são associadas a um identificador aleatório, e não ao seu ID Apple. Assim, sua identidade fica protegida.

Segurança para os vídeos do HomeKit

No iOS 13 e iPadOS, o recurso Vídeo Seguro do HomeKit garante que as atividades detectadas pelas suas câmeras de segurança sejam analisadas e criptografadas nos seus aparelhos Apple em casa antes de serem armazenadas com segurança no iCloud.

Roteadores compatíveis com o HomeKit

Com os roteadores compatíveis com o HomeKit, você vê e gerencia o tráfego na internet dos seus outros acessórios, tanto dentro de casa quanto online.

Educação e privacidade das crianças

Recursos como Tempo de Uso e Compartilhamento Familiar e apps para educação criados pela Apple deixam os pais e professores no controle das informações às quais as crianças têm acesso.

Tempo de Uso

Você pode usar o recurso Tempo de Uso para entender e tomar decisões em relação ao tempo que as crianças passam em apps e sites. Os Relatórios de Atividade dão informações detalhadas que indicam uso de apps, notificações e quantas vezes o aparelho foi pego. E só você, seus filhos e as pessoas com que você compartilhou conseguem ver essas informações. Você também tem como definir quanto tempo seus filhos podem passar por dia em apps e sites específicos.

Saiba mais sobre o Tempo de Uso

Controles parentais

Com o Tempo de Uso, você consegue definir controles parentais e restrições nos aparelhos Apple dos seus filhos. Você decide quais sites eles podem acessar, os tipos de filmes que podem assistir, gerencia o uso do FaceTime e da Câmera e determina se podem baixar apps de terceiros. Também dá para colocar restrições nos ajustes de privacidade, como Serviços de Localização e Fotos, para que seus filhos não consigam mudar esses ajustes.

Compartilhamento Familiar

Com o Compartilhamento Familiar, as crianças podem ter seu próprio ID Apple com o consentimento do responsável. A Apple desenvolveu ferramentas como Pedir para Comprar, em que os pais decidem se autorizam downloads ou compras em apps e controlam o que a criança adquire usando o ID Apple. Exigimos a autorização dos pais ou responsáveis legais antes de criar um ID Apple para a criança e fornecemos os meios para que os adultos possam supervisionar a atividade dos seus filhos e o conteúdo acessado.

Saiba mais sobre o Compartilhamento Familiar

Apps para educação

A Apple não vende informações de alunos e nunca as compartilha com terceiros para fins de marketing ou publicidade. Não coletamos, usamos ou divulgamos informações dos alunos que estão no Apple School Manager, nos apps Projeto Escolar e Sala de Aula, no iTunes U ou em IDs Apple gerenciados, a não ser para fornecer serviços educacionais relevantes. Nunca rastreamos alunos, nem criamos perfis com base em seus e-mails ou navegação na internet. Os pais decidem sobre a participação dos filhos, e os estudantes têm acesso aos seus dados no aparelho.

Saiba mais sobre privacidade e segurança na educação Ver certificação ISO 27001 (IS 649475) Ver certificação ISO 27018 (PII 673269)

Student Privacy Pledge

Estudantes e professores contam também com a melhor proteção à privacidade, pois todos os acordos e processos importantes estão alinhados com o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (RGPD). Além disso, a Apple é signatária do Student Privacy Pledge, reiterando nosso compromisso de proteger as informações que alunos, pais e professores compartilham nas instituições de ensino.

Ler o Student Privacy Pledge

Apps para crianças e a App Store

A Apple tem diretrizes que foram criadas para proteger a privacidade dos usuários e a segurança em todos os apps. Para os apps na categoria Crianças, exigimos parâmetros adicionais de segurança para ajudar a proteger os dados das crianças e evitar que publicidade inapropriada seja mostrada. Acreditamos que, quando os pais baixam um app dessa categoria, eles têm o direito de saber como os dados sobre o uso dos aparelhos podem ser transmitidos e que seus filhos não vão ver publicidade inapropriada.

Recursos de privacidade que vêm de fábrica.

A privacidade é parte essencial do processo de desenvolvimento da Apple. Nós incorporamos esse tipo de proteção em todos os nossos produtos, apps e serviços.

Redução de dados

Na Apple, só coletamos dados pessoais que sejam estritamente necessários para oferecer o que você precisa. Sempre que possível, a Apple processa e analisa esses dados no seu aparelho. Quando informações pessoais específicas são necessárias, reduzimos a quantidade que usamos para realizar o serviço esperado, como sua localização quando você faz buscas no Mapas. A Apple não mantém um perfil de dados do usuário com base na sua atividade em todos os nossos produtos e serviços para fazer publicidade direcionada.

Inteligência do aparelho

A Apple usa aprendizado de máquina para aperfeiçoar a sua experiência e privacidade, usando processamento no aparelho para que outras pessoas não vejam seus dados. Usamos esse aprendizado de máquina para reconhecer imagens e cenas no Fotos, mostrar texto preditivo nos teclados e muito mais. Por exemplo, o chip A13 Bionic e o Neural Engine no iPhone podem reconhecer padrões, fazer sugestões e aprender com o uso, muito semelhante à forma que você faz. Assim, seu aparelho pode criar experiências personalizadas sem ter que analisar informações pessoais nos servidores da Apple. Os desenvolvedores podem usar nossas estruturas, como o Create ML e o Core ML, para criar novas experiências poderosas nos seus apps, sem que os dados do aparelho precisem ser acessados. Dessa forma, os apps podem analisar o estado de espírito do usuário, classificar cenas, prever textos, identificar músicas e muito mais, sem colocar sua privacidade em risco.

Transparência e controle

Quando coletamos dados pessoais, somos muito transparentes com isso. Queremos ter certeza de que você sabe como esses dados são usados e como cancelar essa opção quando quiser. As telas de dados e privacidade explicam melhor a maneira que a Apple utiliza seus dados pessoais antes de você iniciar uma sessão ou usar recursos pela primeira vez. Também fornecemos um conjunto de ferramentas de gerenciamento dedicado à privacidade na nossa página Dados e privacidade. Por exemplo, no iOS 13, você pode escolher dar acesso à sua localização a um app uma vez ou sempre que usar. Você vai receber uma notificação quando um app usar sua localização em segundo plano. Assim, você decide se muda ou não a permissão.

Acesse a página Dados e privacidade

Protegemos sua identidade

A Apple desenvolveu tecnologias que ajudam a ocultar sua identidade quando dados vão para os nossos servidores. Algumas vezes usamos identificadores aleatórios para que seus dados não sejam associados ao seu ID Apple. Também somos pioneiros no uso da Privacidade Diferencial para entender padrões de comportamento enquanto protegemos a privacidade de um usuário. Se você decidir enviar à Apple dados analíticos do uso do seu aparelho, as informações coletadas não identificam você. Quando coletadas, suas informações pessoais não são registradas ou são retiradas dos relatórios antes do envio. Também podem ser protegidas por técnicas como a Privacidade Diferencial, que nos ajudam a oferecer serviços melhores sem deixar de proteger sua privacidade.

Ler nosso documento sobre a Privacidade Diferencial (PDF)

Segurança de dados

Não existe privacidade sem proteções de segurança. Cada aparelho Apple combina software, hardware e serviços desenvolvidos para trabalhar juntos, dar máxima segurança e garantir uma experiência transparente ao usuário. O hardware personalizado, como o Secure Enclave no iPhone, iPad e Mac, é a chave do funcionamento de recursos de segurança, como a criptografia. As proteções de software funcionam para ajudar a manter o sistema operacional e apps de terceiros seguros. Os serviços trazem um mecanismo para atualizações de software seguras e no momento necessário. Isso cria um ecossistema de apps, comunicações e pagamentos seguros e também protege a experiência na internet. Os aparelhos Apple são seguros, mantém seus dados seguros e espalham segurança a todo o ecossistema. Isso inclui o que você faz localmente, em redes, e em serviços importantes da web.

Ler nosso documento sobre a segurança do iOS (PDF) Ler nosso documento sobre a segurança do Face ID (PDF)